Coimbra  22 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

IPC com olhar atento no envelhecimento activo e saudável

29 de Maio 2019

Jorge Conde, presidente do IPC, (à direita) acompanhado de alguns autores do livro

O Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) apresentou, ontem, o livro “aga@4Life – Abordagem geriátrica ampla na promoção de um envelhecimento activo e saudável”.

Esta é uma obra que resulta do trabalho de vários investigadores, de diferentes áreas, e que tem como objectivo “identificar e conhecer um conjunto de informações clínicas que até agora têm sido realizadas de forma não integrada”, conforme refere Jorge Conde, presidente do IPC.

Para Jorge Conde, “a instituição tem de estar preparada para, no momento em que as candidaturas a fundos europeus abrirem, ter as ideias prontas e definidas do que quer fazer”.

O presidente defende, ainda, que é necessário alargar este projecto, “pôr os estudantes a olhar para o território em si e não estarem fechados na sala de aula”. “O envelhecimento activo tem tido muita conversa e pouca acção e eu acho que este projecto é a prova de que é possível fazer mais acção e menos conversa”, acrescentou.

A publicação do livro está integrada no projecto “Aga@4Life”, um modelo de investigação pioneiro na área do envelhecimento activo e saudável para o IPC, realizado através da Escola Superior de Tecnologia da Saúde (ESTeSC-IPC).

João José Joaquim, presidente da ESTeSC-IPC, felicitou os investigadores da escola e realçou que pensa ser este o caminho a tomar numa investigação, sempre que possível.

O livro é coordenado por Telmo Pereira, do Departamento de Fisiologia Clínica da ESTEeSC – IPC e tem como autores os docentes Ana Ferreira, Ana Paula Amaral, Ana Paula Fonseca, Ana Rita Alves, Anabela Martins, Carla Matos Silva, Carolina Fernandes, Clara Rocha, Cláudia Prata, Inês Cipriano, Joaquim Castanheira, Jorge Martins, Maria Helena Loureiro, Mariana Saraiva, Paula Simões, Rute Santos, Tatiana Costa, Telmo Pereira e Vera Galinha.

O projecto Aga@4Life contou com a colaboração de outras instituições, como os politécnicos de Tomar e Castelo Branco e a Câmara Municipal da Lousã, e foi implementado da Associação de Defesa do Idoso e da Criança de Vilarinho (ADIC), na Lousã.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com