Coimbra  26 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Internet grátis em todos os autocarros dos SMTUC

29 de Novembro 2018

Viajar em qualquer um dos autocarros dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) é sinónimo de acesso livre e gratuito à Internet.

A Câmara Municipal de Coimbra instalou pontos de acesso à Internet em toda a frota dos SMTUC, o que corresponde a 134 veículos, ligada à rede já existente na cidade “Coimbra +”, lançada em 2015 e que conta já com cerca de 190 000 utilizadores.

Além dos 24 pontos de acesso à Internet, maioritariamente, no centro da cidade, agora também os utilizadores dos transportes públicos citadinos poderão aceder a conteúdos digitais ou às suas redes sociais.

Esta iniciativa autárquica tem por objectivo principal “desincentivar o uso do automóvel privado no centro histórico da cidade, mas dar [aos utilizadores] acessibilidades condignas”, explicou o presidente da Câmara Municipal, Manuel Machado.

Além disso, está é, também, “uma forma de atrair os mais novos aos hábitos saudáveis de utilização dos transportes públicos; uma medida pedagógica e uma comodidade acrescida”.

Segundo Manuel Machado, esta foi “uma promessa assumida em Abril de 2015” e que envolve, também, “o restauro de veículos mais antigos da frota dos SMTUC mas que ainda estão em condições de funcionamento”, para que “as pessoas sejam transportadas com conforto, segurança e agora com acessibilidades complementares”, frisou.

Embora assuma que o esforço financeiro foi “relevante”, de 464 120 euros, esta era uma medida importante para a estratégia de tornar Coimbra numa ‘smart city’ ou ‘cidade inteligente’. “Estamos a dar um passo importante para esta característica, já que Coimbra é uma cidade antiga mas que valoriza o património, a história, a arqueologia, desde o mesmo seja socialmente útil e aproveitado”.

O investimento serviu para a aquisição de 220 ‘hotspots’, prevendo ainda a instalação de 31 desses equipamentos nas sedes de cada uma das freguesias do concelho, além de outros 39 em diversos pontos da cidade.

Neste momento, os SMTUC aguardam a chegada de oito novos veículos, ainda a ser fabricados na Holanda, bem como cinco autocarros eléctricos ‘standard’ e 11 mini-autocarro eléctricos (nove dos quais através do POSEUR), num investimento global superior a 11 milhões de euros.

A autarquia está, ainda, a restaurar os antigos eléctricos – trolleys – estando a decorrer um estudo para “reconstruir uma linha de eléctrico, em terreno plano, que sirva para transportar as pessoas, turistas e possa, complementarmente integrar-se, como aspecto museológico e cultural, na frota dos SMTUC”, referiu o autarca.

Financiamento para redução passes sociais é “bem-vindo”

“A partir do momento em que é assumido pelo Governo [a redução dos passes sociais em todo o país], o financiamento do custo social dos transportes é bem-vindo, o apoio era e é necessário e aqui em Coimbra será certamente bem aplicado”, afirmou Manuel Machado, à margem do lançamento do acesso à Internet gratuita nos autocarros dos SMTUC.

Segundo o autarca, “em Coimbra já existem passes sociais, vendidos a preços simbólicos, que desde a década de 90 é uma política assumida”, proporcionando “a todos os moradores da cidade e a quem a visita, condições de transportes e fiabilidade”. Contudo, realça Manuel Machado, este é um investimento exclusivamente camarário, “à custa dos cofres municipais” e que ronda os nove milhões de euros por ano, “um valor significativo e que é suportado pelos munícipes”.

“O que é necessário no nosso país é haver um tratamento de equidade, por exemplo, na questão dos transportes públicos para que os cidadãos paguem preços controlados e as autoridades públicas suportem o diferencial para o custo social dos transportes, que é um bem essencial”, sublinhou.

O autarca, também presidente da Associação Nacional de Municípios, espera, por isso, que seja o Governo a assumir esse custo decorrente da redução.

Wi-fi SMTUC

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com