Coimbra  19 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Inova reforça rede de abastecimento de água para abastecer sector da Tocha

26 de Agosto 2020 Jornal Campeão: Inova reforça rede de abastecimento de água para abastecer sector da Tocha

A Inova, empresa municipal de Cantanhede, tem em curso a estratégia de renovação do sistema de abastecimento de água, reforçando assim a toda a rede. Actualmente encontra-se a proceder à substituição parcial da conduta de elevação e distribuição que tem origem na Central da Fervença e abastece o sector da Tocha.

“A intervenção está a ser realizada de forma faseada, desenvolvendo-se actualmente os trabalhos entre a autoestrada A17 e o largo da Tocha, nas freguesias da Sanguinheira e da Tocha”, revela a empresa.

“Trata-se de um investimento fundamental para prosseguir o plano de optimização do funcionamento da infraestrutura e de redução das perdas de água”, explica Idalécio Oliveira, presidente do Conselho de Administração da INOVA.

A actual adutora/distribuidora, em fibrocimento, será substituída por uma nova tubagem, em ferro fundido dúctil de 250 e 350mm de espessura, com uma extensão de quatro quilómetros, “que ficará dedicada exclusivamente à adução de água ao reservatório da Tocha”, nota a Inova, sublinhando que “em simultâneo, são remodeladas parcialmente as redes de distribuição das zonas de medição e controle da Sanguinheira e da Tocha, numa extensão aproximada de 3,6 quilómetros, incluindo a substituição das ligações domiciliárias e dos equipamentos de apoio ao combate a incêndios urbanos”.

Terminadas as obras em curso, o Município de Cantanhede vai avançar com a beneficiação de alguns arruamentos, entre os quais a estrada municipal 583 entre a Sanguinheira e o largo da Tocha.

“O planeamento das obras está a ser levado a efeito de forma articulada com o Município de Cantanhede, no sentido de permitir a beneficiação dos arruamentos conjugada com as intervenções. A fiscalização e coordenação dos trabalhos presta especial atenção às condições de segurança, às implicações na circulação automóvel e ao cumprimento dos prazos, aspectos de fulcral importância para os objectivos de qualidade que se pretendem”, acrescenta Idalécio Oliveira.

Nesta primeira fase, o custo das obras, executadas em duas empreitadas, situa-se nos 988 118 euros (mais IVA), sendo comparticipado pelo POSEUR, no âmbito da candidatura para o “Controle e Redução de Pedras do Sistema de Abastecimento de Água”.

A candidatura abrange também outras intervenções de remodelação das redes de distribuição, nomeadamente em Cordinhã, Pena e Cantanhede.