Coimbra  17 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

INOVA lança concurso para concepção do projecto do novo edifício-sede

29 de Outubro 2019

A empresa municipal INOVA, de Cantanhede, acaba de abrir um concurso para a selecção de uma proposta de concepção do seu novo edifício-sede.

As novas instalações situam-se num terreno onde a empresa tem a quinta agrícola, os viveiros de plantas e o ecocentro, “através de uma solução de edifícios modulares ligados entre si por estruturas leves que tirem partido da componente natural e paisagística do local e que permitam a execução faseada considerando as unidades funcionais da empresa”.

Os documentos que constituem o ‘Processo de Concurso’ poderão ser consultados na página da Internet da INOVA, na plataforma electrónica AcinGov e na sede da INOVA-EM, localizada na Zona Industrial de Cantanhede, entre as 09h00 e as 17h00.

Empresa investe 1,2 milhões de euros na renovação da rede de abastecimento de água

A INOVA vai proceder à renovação do sistema de abastecimento de água de toda a cidade de Cantanhede, com intervenções com o custo de 1,2 milhões de euros.

A empreitada teve início ontem (28), no âmbito de um plano de investimentos que a empresa municipal tem vindo a realizar para reduzir as perdas reais de água e as falhas e avarias nas redes de distribuição do concelho.

Com um prazo de execução de 720 dias, a intervenção a realizar no sistema que serve a cidade de Cantanhede contempla a substituição de 20,6 quilómetros de condutas, a remodelação de 1 000 ramais domiciliários, com instalação dos contadores no exterior dos prédios, além da colocação de 42 marcos de incêndio. Por outro lado, o caderno de encargos prevê a aplicação de novas válvulas de seccionamento da rede, de modo a minimizar o número de clientes afectados durante as necessárias operações de manutenção.

“Os trabalhos serão acompanhados por uma equipa técnica de direcção, fiscalização e segurança, no sentido de garantir o tecnicamente recomendado ao nível da qualidade e segurança, bem como o cumprimento dos prazos e a minimização dos transtornos que este tipo de obras sempre provoca”, revela a empresa municipal, adiantando que “na concepção geral da renovação dos sectores da rede a intervencionar, privilegiou-se a eficiência técnica em compromisso com a avaliação económica, no sentido de serem atingidos todos os objectivos com os menores custos, visando a melhoria substancial da eficiência sem originar impacto hidráulico ou estrutural negativo nos sistemas envolventes e de modo a minimizar os eventuais transtornos para os utentes, para os peões, para o trânsito automóvel e para o comércio local”.

A evolução dos trabalhos para novas frentes de obra, com implicações no trânsito, “será precedida de informação ao público no website da empresa e de comunicação dirigida às entidades públicas e privadas que possam ser afectadas ou para as quais se afigure importante o conhecimento dos condicionamentos que as obras implicam”, esclarece, ainda, a INOVA.

Seguindo com o plano de investimentos que tem vindo a desenvolver, a INOVA pretende “optimizar o funcionamento das infraestruturas sob sua gestão, elevar o nível dos serviços prestados aos clientes e consolidar a posição como entidade gestora de referência a nível nacional relativamente ao serviço público de abastecimento de água”.

Nesse âmbito, foram executadas empreitadas de renovação dos sistemas de abastecimento de água a toda a freguesia de Ançã e também em Portunhos e Pena, Lemede, Póvoa da Lomba, Guímera, Carvalheira, Aljuriça, Pontes, Sanguinheira e Cordinhã.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com