Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Incêndio de Miranda do Corvo aproximou-se de quatro povoações

13 de Setembro 2019

Um incêndio florestal, que já atingiu grandes proporções, deflagrou, ontem à tarde (13), na localidade de Moinhos, em Miranda do Corvo.

De acordo com a Autoridade Nacional de Emergência e Protecção Civil, neste momento (08h30) estão no local 690 bombeiros, auxiliados por 199 viaturas. Ao início da manhã regressaram, também, ao combate às chamas sete meios aéreos.

O fogo obrigou, ainda na noite de ontem, ao corte da Auto-estrada 13 (A13), que continua intransitável entre Ceira e Lamas.

Segundo o vereador Rui Godinho, responsável pelo pelouro da Protecção Civil no Município de Miranda do Corvo, as projecções causaram novos focos de incêndio, sendo que um deles obrigou ao corte da A13, pelas 22h30.

“A frente que seguia em direcção à vila de Miranda do Corvo está controlada, o problema são as projecções”, salientou Rui Godinho, acrescentando que já ardeu uma “área considerável”.

Durante a madrugada o incêndio aproximou-se de quatro povoações: Moinhos e Tremoa, no concelho de Miranda do Corvo, e Flor da Rosa e Casal Novo, no concelho de Coimbra.

 

 

Notícia em actualização

 

incêndio Almalaguês

 

Fogo almalaguês

Fotos tiradas na freguesia de Almalaguês, pelas 23h00. 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com