Coimbra  27 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

INATEL e IPDJ juntos para potenciar a intergeracionalidade

24 de Abril 2019

Lucinda Lopes (vice-presidente do INATEL), Sónia Paixão (vice-presidente do IPDJ) e Francisco Madelino (presidente da Fundação INATEL)

 

A Fundação INATEL em Coimbra mudou, hoje, para as instalações onde funciona o Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), esperando que dessa junção entre as duas entidades saiam benefícios mútuos.

O edifício que vai acolher os dois organismos está implantado ao lado da Casa Municipal da Cultura, numa simbiose que “permite rentabilizar as instalações”, explicou Sónia Paixão, vice-presidente do IPDJ, na cerimónia de inauguração.

A responsável revelou que, na realidade, foram assinados três protocolos: um para promover a rentabilização daquele espaço do IPDJ; outro para firmar a parceria com o INATEL e um último no âmbito da “responsabilidade interna”, com benefícios para as duas entidades.

Na opinião de Sónia Paixão, a sinergia com a Fundação poderá ser positiva, uma vez que a missão do IPDJ passa, também, por algumas vertentes comuns à do INATEL, nomeadamente “na promoção de actividades lúdicas aos mais jovens e o fomento de actividades desportivas, quer do ponto de vista formal como informal”.

Para Francisco Madelino, presidente da INATEL, é clara a “preocupação com a intergeracionalidade”, algo a que a Fundação tem dado particular atenção, sendo capaz de “construir uma ligação entre as várias gerações”.

O objectivo é, precisamente, “trabalhar em conjunto em ofertas culturais, desportivas e de turismo, até ao voluntariado jovem”, afirmou o responsável, sublinhando que “Coimbra é uma cidade fundamental para o INATEL, com um movimento académico forte e pujante”, pelo que o desejo é de “continuar esta cooperação, dar vida a estes espaços e desenvolver actividades intergeracionais”.

Segundo Bruno Paixão, director da Fundação INATEL em Coimbra, a saída de um edifício adjacente à estação ferroviária de Coimbra – A visa dotar a Fundação de auditório para cerca de 200 pessoas, sala de reuniões e de formação.

Os benefícios serão, por isso, notórios para as duas entidades, com Bruno Paixão a manifestar o desejo de que “com este enlace, Coimbra ganhe uma nova casa das associações e das pessoas de todas as idades”.

Loja INATEL

Um dos espaços da Fundação INATEL no novo edifício, que alberga também o IPDJ