Coimbra  20 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Ilda Peres celebra 16 anos e continua como uma das resistentes da Baixa de Coimbra

18 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Ilda Peres celebra 16 anos e continua como uma das resistentes da Baixa de Coimbra

A personalização de produtos é a principal característica diferenciadora da empresa Ilda Peres, que se dedica ao comércio de troféus, taças, medalhas, porta-chaves, caixas e brindes, nos mais variados materiais, e que acaba de celebrar mais um aniversário.

São já 16 anos de muito trabalho e de muitos clientes fiéis, mantendo como habitualmente o seu foco na satisfação dos clientes e em “adaptar os produtos e serviços às suas necessidades”, explica a proprietária Ilda Peres.

Este é, para todos, um ano atípico, e para a casa Ilda Peres não é diferente. “Está difícil, completamente parado. Não há desporto, nem qualquer tipo de prova, festas, etc”, explica a empresária, sublinhando que nem mesmo clientes fundamentais como as ourivesarias têm ajudado porque, também elas, não têm “casamentos nem baptizados”. “É uma bola de neve”, argumenta.

Para piorar a situação, o turismo também não tem sido o melhor dos clientes. “Este ano não tem havido muitos turistas e os que vêm não têm intenção de comprar”, afirma.

A esperança é, como se costuma dizer, “a última a morrer” e Ilda Peres acredita que as coisas vão melhorar, mas provavelmente tal “não irá acontecer até ao fim do ano”. Por isso: “vamos mantendo a cabeça à tona de água e esperar para ver até quando aguentamos”.

Quanto ao que a loja mais vendia, antes da pandemia, eram os troféus personalizados ao pormenor (com nome, emblemas, logótipos, etc.) e os artigos em madeira. O equipamento utilizado, máquinas com a mais recente tecnologia nesta área, é um dos factores que ajuda a obter uma excelente qualidade do produto final.

A Ilda Peres está localizada na rua de Martins de Carvalho, em plena “Baixa” da cidade, sendo o factor localização, também, um importante contributo para o sucesso do negócio.

Por imposição, no âmbito do estado de contingência, de momento, a loja abre apenas às 10h00.