Coimbra  25 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

IL diz que o PS “distribui bolachinhas” ao anunciar Maternidade para Coimbra

16 de Setembro 2021 Jornal Campeão: IL diz que o PS “distribui bolachinhas” ao anunciar Maternidade para Coimbra

O cabeça-de-lista da Iniciativa Liberal à Câmara de Coimbra, Tiago Meireles Ribeiro, criticou, esta quinta-feira, o PS e o primeiro-ministro pelo anúncio, na quarta-feira, em campanha eleitoral, de uma nova Maternidade para a cidade.

“Privaram-nos durante anos de Maternidade e agora que a ida às urnas se aproxima prometem a Maternidade quando a região enfrenta uma crise demográfica”, criticou Tiago Meireles Ribeiro, em declarações à agência Lusa, no terceiro dia de campanha para as eleições autárquicas de dia 26.

A Iniciativa Liberal lançou acusações ao PS de “distribuir bolachinhas quando lhe apetece” e comparou o anúncio da Maternidade com o das obras do Metro do Mondego, que voltaram a ser também reafirmadas pelo secretário-geral do PS e primeiro-ministro.

Na quarta-feira, António Costa anunciou a criação de uma nova maternidade em Coimbra, recordou o novo sistema de mobilidade do Metro Mondego e mais e maiores investimentos para a universidade e o politécnico local.

O líder dos socialistas reiterou o apelo ao trabalho “de mãos dadas”, entre Estado e autarquias, para conseguir cumprir a “enorme responsabilidade” que o país tem pela frente nos próximos anos.

Entre as suas propostas, a Iniciativa Liberal defendeu a criação de uma estação intermodal de transportes para “haver uma acessibilidade mais rápida na cidade e no concelho”, que promova uma “utilização mais eficiente dos transportes locais” e para “ligar a cidade e o concelho ao país e ao mundo”.

Para Tiago Meireles Ribeiro, em Coimbra “a mobilidade parou no século XX”, preconizando a passagem da alta velocidade na cidade.

Nestas eleições autárquicas, concorrem o actual presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado (PS), José Manuel Silva (coligação PSD/CDS-PP/Nós, Cidadãos!/PPM/Volt/RIR/Aliança), Francisco Queirós, (CDU), Gouveia Monteiro (Cidadãos por Coimbra), Miguel Ângelo Marques (Chega), Filipe Reis (PAN), Tiago Meireles Ribeiro (Iniciativa Liberal) e Inês Tafula (PDR/MPT).