Coimbra  19 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hotelaria do Centro com elevadas taxas de ocupação na Páscoa

29 de Março 2018

As unidades hoteleiras da região Centro vão registar este fim-de-semana elevadas taxas de ocupação, com dezenas de espaços esgotados, revela um inquérito feito pela Turismo Centro de Portugal.

“Este fim-de-semana de Páscoa vai ser extremamente positivo para a actividade turística”, afirma a entidade regional Turismo Centro de Portugal (TCP), que fez um inquérito junto 220 estabelecimentos de unidades hoteleiras e de turismo rural.

O inquérito, realizado até quarta-feira, mostra que “as taxas de ocupação estão muito altas, havendo dezenas de espaços completamente lotados”, sublinha a Turismo Centro de Portugal.

Os dados recolhidos indicam que, “na globalidade do Centro de Portugal, as taxas de ocupação serão de 70 por cento na sexta-feira e 66 por cento no sábado”, sendo “particularmente intensa” a procura nas sub-regiões da Beira Baixa e da Beira e Serra da Estrela, com taxas de ocupação que rondam, respectivamente, os 90 por cento e os 80 por cento.

À elevada procura de alojamento na zona interior da região Centro referenciada pela Serra da Estrela “não será alheio o forte nevão que cobriu a Serra da Estrela de branco por estes dias e que convida à prática de desportos de Inverno ou a simples passeios em família para ver a neve”, explica a entidade de turismo.

Mas outras sub-regiões do Centro registam igualmente elevadas taxas de ocupação, destaca a TCP, adiantando que as áreas de Coimbra e de Aveiro, por exemplo, observam “uma taxa [de ocupação] superior a 75 por cento na sexta-feira”, enquanto a zona de Viseu/Dão-Lafões se aproxima dos 70 por cento.

“Muito significativo é o facto de, num universo de 220 respostas, o inquérito ter registado 47 empreendimentos já lotados, para sexta-feira e sábado”, assinala ainda a TCP, sustentando que a região Centro do país “continua a atrair cada vez mais visitantes, que procuram experiências diferentes e enriquecedoras”.

A região abrangida pela TCP, que é “a maior e mais diversificada área turística nacional”, agregando uma centena de municípios, “tem registado um intenso crescimento da procura interna e externa”.

Esta é “a região a escolher para quem pretende experiências diversificadas, pois concilia locais Património da Humanidade com a melhor costa de surf da Europa, termas e ‘spas’ idílicos, locais de culto de importância mundial e as mais belas aldeias”, sustenta a Turismo Centro de Portugal.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com