Coimbra  20 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hospital dos Covões vai ter hospitalização domiciliária

3 de Novembro 2019

A Administração do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) vai criar, num futuro próximo, um serviço de hospitalização domiciliária no polo do Hospital Geral (Covões), segundo confirmou ao “Campeão” o CHUC.

Para aquele local, que se tem esvaziado de especialidades médicas, a Administração tem vários projectos pensados, contudo, a hospitalização domiciliária é certa e o local para albergar este novo serviço será a antiga farmácia exterior dos Covões.

Esta nova valência está já em fase de preparação de equipas médicas e de enfermagem, adiantando ainda o CHUC que, neste momento, está também a ser concretizada “a obra para alojamento do serviço domiciliário do CHUC”. Este serviço é já uma unidade em funcionamento, que faz cerca de 7 200 visitas por ano, tendo registado um crescimento da actividade (de seis por cento) e que “presta apoio a doentes das mais variadas situações após cirurgia de ambulatório, internamentos e área da saúde mental”, revela a unidade hospitalar.

Recorde-se que, no âmbito dos 40 anos do Serviço Nacional de Saúde (SNS), em Setembro deste ano, a própria ministra da Saúde Marta Temido admitiu que o CHUC era um dos hospitais “de grande dimensão” que ainda não tinha este serviço, anunciando que a intenção do Governo era alargar a hospitalização domiciliária a todos os hospitais do SNS (cerca de meia centena).

Em Portugal existem, actualmente, perto de 20 unidades hospitalares com esta resposta, permitindo aos doentes que estão internados recuperarem em casa de uma doença aguda, mas recebendo cuidados de profissionais no seu domicílio. Este modelo permite reduzir complicações e infecções hospitalares, além de ajudar a gerir melhor as camas disponíveis para o tratamento de doentes agudos e reduzir os custos de internamento no SNS.

“Nós queremos manter as pessoas nas suas casas e queremos que o hospital saia de portas para ir a casa das pessoas”, apontou a ministra da Saúde, empossada novamente no cargo na semana passada.

O Hospital Garcia de Orta, em Almada, foi o primeiro a receber este serviço, ao qual o CHUC também irá aderir em breve.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com