Coimbra  1 de Outubro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hospital da Luz Coimbra trata estenose aórtica com técnica minimamente invasiva

15 de Junho 2020 Jornal Campeão: Hospital da Luz Coimbra trata estenose aórtica com técnica minimamente invasiva

O Hospital da Luz Coimbra (HLC) realizou dois procedimentos TAVI (‘transcatheter aortic valve implantation’), uma técnica minimamente invasiva, a única esperança para doentes cardíacos de alto risco ou que não são elegíveis para cirurgia.

“Após o período de especial confinamento conseguimos voltar a realizar estes procedimentos. A situação de pandemia na região Centro, e à semelhança do resto do país, obrigou a que muitos doentes com estenose aórtica severa vissem adiados o seu tratamento. Assim, congratulamo-nos por manter esta oferta em doentes especialmente graves com risco cirúrgico muito elevado”, explicou Marco Costa, cardiologista de intervenção que liderou a equipa que realizou estes procedimentos no HLC.

Esta técnica, já utilizada em Portugal há 10 anos, é a única solução médica que permite manter uma boa qualidade de vida dos doentes com estenose aórtica inoperáveis. Realizada pela via femoral (através da virilha), esta técnica reduz muito o nível invasivo do tratamento para os doentes, que são maioritariamente idosos, uma população que apresenta naturalmente maior risco para cirurgia de peito aberto.

A estenose aórtica afeta cerca de 32 000 portugueses e estima-se que cerca de 25 000 pessoas com mais de 75 anos apresentam uma estenose aórtica grave sintomática, com fortes implicações na sua qualidade de vida. Destes 25 000 doentes, cerca de 4 500 têm indicação para tratamento com TAVI, por serem doentes inoperáveis ou de alto risco cirúrgico.

No primeiro ano de actividade da Unidade de Intervenção Cardiovascular sob coordenação de Marco Costa, o Hospital da Luz Coimbra realizou já várias dezenas de intervenções coronárias complexas, como encerramentos de comunicações interauriculares com uso de ecografia intracardíaca, colocação de clips mitrais com ajuda de ecografia tridimensional e implantação de válvulas aórticas de forma percutânea.