Coimbra  15 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hospital da Figueira da Foz com obras do novo bloco operatório já em curso

13 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Hospital da Figueira da Foz com obras do novo bloco operatório já em curso

A empreitada do novo bloco operatório do Hospital Distrital da Figueira da Foz já está a decorrer a bom ritmo e deverá estar concluída no máximo em 18 meses, conforme explicou o administrador hospitalar, Manuel Teixeira Veríssimo.

Esta quarta-feira (13), após a entrega da residência hospitalar, por parte da Câmara da Figueira da Foz e da Empresa Municipal ao Hospitalar da Figueira da Foz, Manuel Teixeira Veríssimo convidou Carlos Monteiro, presidente do Município, a visitar as obras do futuro bloco.

Este novo espaço tem como objectivo dar resposta às necessidades de uma população residente ligeiramente superior a 100 000 habitantes, que tem um acréscimo notável na época balnear, para além de contribuir para o reforço dos objectivos do hospital.

Carlos Monteiro congratulou-se com o arranque das obras, porque esta melhoria é importante em todos os vectores, mas fundamentalmente porque “vem dotar o Hospital com novas capacidades para dar respostas às necessidades da população”.

O novo bloco, localizado na área contígua ao actual Serviço de Urgência, piso -1, envolve um investimento total de 4 120 499 euros, sendo que 85 por cento deste valor provém do Programa de Fundos Comunitários FEDER – Centro 2020.

Contará com quatro salas de cirurgia, uma sala de indução anestésica, cirurgia de ambulatório, salas de recobro e áreas de apoio, bem como será dotado com as tecnologias mais recentes.

O novo bloco operatório tem como principais objectivos garantir a melhoria da qualidade e eficiência dos cuidados de saúde prestados aos utentes com “intuito de responder de forma cada vez mais eficiente, humanizada e qualitativa, às necessidades crescentes da população, recentrando o Hospital com vista à optimização de recursos e à melhoria das acessibilidades dos utentes”.