Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Hospital CUF Coimbra com Unidade dedicada a doentes com obesidade

12 de Junho 2024 Jornal Campeão: Hospital CUF Coimbra com Unidade dedicada a doentes com obesidade

Com o propósito de alargar o acesso a cuidados de saúde diferenciados na região Centro, o Hospital CUF Coimbra criou a Unidade da Obesidade, composta por uma equipa multidisciplinar, focada no diagnóstico, tratamento e acompanhamento contínuo da doença.

Esta Unidade actua de forma integrada, individualizada e complementar, tanto em situações de excesso de peso como de obesidade.

A obesidade é uma doença crónica cada vez mais prevalente entre as crianças e adultos, demonstrando ser uma preocupação crescente no que respeita à saúde pública, nos últimos anos.

Está, ainda, relacionada com o aumento de outras doenças, como diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares, oncológicas e respiratórias, “sendo fundamental a intervenção precoce de uma equipa multidisciplinar para que o seu tratamento seja o mais eficaz possível”, refere José Guilherme Tralhão, Coordenador de Cirurgia Geral e da Unidade da Obesidade do Hospital CUF Coimbra.

Na Unidade da Obesidade, o doente é avaliado e acompanhado por uma equipa especializada e com experiência no seguimento desta patologia, constituída por especialistas em Cirurgia Geral, Medicina Interna, Nutrição, Cirurgia Plástica, Reconstrutiva e Estética, Cardiologia, Gastrenterologia, Psicologia e Psiquiatria. De uma forma integrada e pluridisciplinar, os profissionais de saúde garantem um acompanhamento individualizado e personalizado a todas as necessidades físicas e psicológicas do doente.

Através desta nova Unidade, o Hospital CUF Coimbra “alarga o acesso da população a tratamentos médicos e cirúrgicos diferenciados, onde é privilegiada uma abordagem minimamente invasiva”, refere o médico, que alerta, ainda, para a necessidade de sensibilizar população “para a adoção de medidas preventivas e educativas na promoção de hábitos saudáveis para evitar o desenvolvimento desta doença crónica que continua a crescer”.