Coimbra  22 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Homem que agrediu militar da GNR na Mealhada ficou com pena suspensa

12 de Fevereiro 2020 Jornal Campeão: Homem que agrediu militar da GNR na Mealhada ficou com pena suspensa

O homem, de 24 anos, que em Maio de 2019, agrediu um militar da GNR e tentou resistir à detenção, foi hoje condenado a dois anos de prisão com pena suspensa pelo Tribunal de Aveiro.

O caso teve lugar a 01 de Maio, pelas 20h00, num café situado no concelho da Mealhada, uma ocorrência para a qual a patrulha foi chamada e onde, “após uma troca de palavras, o arguido agrediu um dos militares com uma palmada na face, tendo-lhe sido dada ordem de prisão, à qual tentou resistir”, revela a Guarda.

Os militares “acabaram por conseguir imobilizar o homem, levando-o para o posto da GNR onde terá empurrado contra uma parede um outro militar, tentando fugir da unidade, o que só não aconteceu porque outros dois militares se colocaram na sua frente”, adianta.

Posteriormente, o arguido terá ainda ameaçado os militares e um bombeiro que se deslocou ao posto para tratar ferimentos que o agressor apresentava.

O homem foi, hoje, condenado a 10 meses de prisão, por um crime de ofensa à integridade física, a um ano e meio de prisão, por um crime de resistência e coacção sobre funcionário, e seis meses por cada um dos dois crimes de ameaça de que estava acusado.

Em cúmulo jurídico, foi-lhe aplicada uma pena única de dois anos de prisão, suspensa na sua execução, com regime de prova.