Coimbra  7 de Março de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Grupo estrangeiro investe em Coimbra na residencial sénior

9 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Grupo estrangeiro investe em Coimbra na residencial sénior

O SIS Group, holding de Direito belga, de matriz familiar, está a investir, em Coimbra, na construção de uma estrutura residencial para pessoas idosas (ERPI). O grupo está a desenvolver em Portugal nove projectos idênticos, no âmbito da vocação para “serviços e cuidados pessoais”.

Controlada por Philippe Austruy, a sociedade gestora de participações sociais faz dos cuidados de saúde uma das suas principais actividades, há mais de 40 anos, tendo fundado os primeiros grupos privados de internamento em França, inicialmente, no sector de hospitalização médico-cirúrgica e, depois, no sector das pessoas dependentes.

No que toca a Coimbra, a obra da holding, cuja conclusão está prevista para o final do primeiro semestre de 2022, contempla a construção de uma ERPI, para mais de uma centena de residentes, distribuídos entre 80 quartos simples e 20 duplos.

O projecto de arquitectura prevê a recuperação e reabilitação de um antigo edifício na ‘Baixa’ de Coimbra, onde laborou a outrora Fábrica Ideal (do sector têxtil).

Complementarmente e de forma a reforçar a interligação e ideia de conjunto com o património a reabilitar, será erguido outro imóvel destinado maioritariamente a quartos, tendo um pátio ajardinado comum ao edificado. Os dois volumes serão ligados por um corpo envidraçado de um único piso.

O terreno da antiga “Ideal” localiza-se na frente ribeirinha de Coimbra (margem direita do rio Mondego).

Segundo fonte autárquica, o edifício a construir, de arquitectura contemporânea, terá cinco pisos (cave, rés-do-chão e três superiores).

As restantes cidades em Portugal que também vão beneficiar desta iniciativa são: Braga, Porto, Gaia, Lisboa, Cascais, Sintra, Évora e Portimão.

 

Alguns dos projectos foram transmitidos ao Grupo ORPEA, parceiro do SIS Group na implementação e exploração das sobreditas residências em Portugal, e uma parte permanece sob a esfera e coordenação da entidade criada por Philippe Austruy.

O ORPEA possui em Portugal nove residências, uma clínica de reabilitação e um hospital.

Os trabalhos de arquitectura dos empreendimentos do SIS Group estão a cargo de dois ateliês, os de Francisco Aires Mateus (Lisboa) e Nuno Valentim (Porto).