Coimbra  28 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Grupo de Saúde de Coimbra anuncia abertura de nova Clínica em Macau

13 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Grupo de Saúde de Coimbra anuncia abertura de nova Clínica em Macau

A IGHS – Global Healthcare Services, empresa da área da Saúde com sede em Coimbra e dirigida por José Alexandre Cunha, anunciou a abertura, no primeiro semestre de 2021. de uma nova Clínica em Macau.

A nova Clínica irá surgir numa parceria com o Grupo Trust, uns dos maiores e mais reconhecido promotor imobiliário de toda a região.

Após a recente atribuição da Certificação Internacional “Committed to Excellence”, pela European Foundation for Quality Management, à Clínica do Grupo localizada na Taipa, a IGHS e o Grupo Trust procederam à formalização dos contractos de Sociedade de uma nova entidade corporativa, liderada pelo Grupo Português, sediado em Coimbra, e que assumirá a mesma marca por este já utilizada na região.

A nova unidade visa reforçar o reconhecimento desde já conseguido pelas Clínicas GloballMed e cimentar a posição de liderança na prestação de serviços de saúde em toda a região.

De acordo com a Administração da IGHS, “a nova unidade, que conta com um ‘layout’ que ambiciona proporcionar a todos os utilizadores uma experiência acolhedora, estará equipada com as mais modernas soluções tecnológicas e de suporte à actividade clínica, assente em equipas que integram conceituados profissionais de saúde que já colaboram com o Grupo IGHS e noutros que agora se juntam”.

“A parceria com a Trust vai-nos permitir ainda a implementação de um conceito inovador. Além da sua condição assistencial à comunidade, a nova Clínica terá ainda a missão de assegurar a criteriosa implementação e acompanhamento de planos de prevenção da doença e promoção do bem-estar a todos os utilizadores das unidades do Grupo Trust”, acrescenta a Administração da IGHS.

A IGHS tem projectos para toda a região de “Guangdong – Hong Kong – Macao Greater Bay”, onde se incluem, entre outras, as cidades de Hong-Kong, Guangzhou, Shenzhen e Zhuhai, congratulando-se com o facto de “ver reconhecido por grandes grupos económicos da região o trabalho que tem vindo a realizar, assim permitindo afirmar quer o Grupo quer a Medicina portuguesa e, em particular, a cidade de Coimbra”.