Coimbra  29 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Graciano Rodrigues substitui Mário Garcia como candidato do PS à Câmara de Góis

31 de Maio 2021 Jornal Campeão: Graciano Rodrigues substitui Mário Garcia como candidato do PS à Câmara de Góis

O vice-presidente da Câmara de Góis, Graciano Rodrigues, é o candidato do PS à presidência do Município nas próximas eleições, anunciou hoje o partido.

O presidente da Comissão Política Concelhia do PS, Miguel Mourão, disse à agência Lusa que a escolha de Graciano Rodrigues “foi aprovada por maioria, com duas abstenções”, na última reunião do órgão, na semana passada.

Militante com experiência autárquica neste Município, o candidato, de 65 anos, cumpriu um mandato como presidente da Junta de Freguesia de Góis, entre 2013 e 2017, após ter exercido outras funções no órgão.

Graciano Rodrigues encabeça agora a lista do PS à Câmara Municipal em substituição de Mário Garcia, que renunciou ao cargo de vice-presidente do Executivo em finais de Abril, duas semanas após ter desistido, por razões de saúde, de ser o candidato do PS nas próximas autárquicas.

Na altura, em declarações à Lusa, a presidente da Câmara, Lurdes Castanheira, que está a concluir o terceiro mandato, não excluiu a possibilidade de Graciano Rodrigues ser convidado pela Comissão Concelhia do PS para assumir a candidatura.

Funcionário da autarquia na área da contabilidade, Graciano Rodrigues “tem uma longa experiência”, enfatizou a autarca.

Entretanto, segundo o dirigente socialista Miguel Mourão, “foi feito o convite” a Maria de Lurdes Castanheira para encabeçar a lista à Assembleia Municipal, por ser “quem reúne as melhores condições” para o efeito.

Composto por cinco lugares, o actual Executivo camarário inclui dois eleitos do PS, dois do Grupo de Cidadãos Eleitores Independentes por Góis e um do PSD.

Mais dois vereadores já anunciaram que são candidatos à Câmara Municipal: Rui Sampaio (PSD), de 60 anos, chefe do Serviço de Finanças no vizinho concelho da Lousã, e José Rodrigues (Independentes), de 63 anos, técnico superior da Direcção-Geral do Tesouro e Finanças.