Coimbra  26 de Maio de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Governo: Primeira demissão envolve primos no Ambiente

3 de Abril 2019

Armindo Alves, adjunto do secretário de Estado do Ambiente, abandonou, hoje, as funções exercidas no gabinete depois de se saber que é primo do membro do Governo por ele assessorado.

A notícia, divulgada pelo Jornal ‘online’ Observador, foi confirmada à Agência Lusa por fonte do Ministério do Ambiente, tutelado por João Pedro Matos Fernandes.

“O ministro do Ambiente soube, ontem (terça-feira), [da existência de uma relação familiar entre o secretário de Estado Carlos Martins e um adjunto] quando foi confrontado pelo Observador”, disse à Lusa a mesma fonte.

Armindo Alves, parente de Carlos Martins, pediu a exoneração de funções logo que se soube da notícia.

O pedido de exoneração ocorreu numa altura em que a oposição questiona relações familiares entre membros do Executivo e acerca de parentes de governantes nomeados para exercerem funções no aparelho do Estado.

De acordo com o Observador, Armindo Alves – nomeado em Setembro de 2016 e renomeado em Novembro de 2018 pelo secretário de Estado do Ambiente – volta ao seu lugar de origem nos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento de Loures.