Coimbra  6 de Agosto de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Gonçalo Castelo-Branco distinguido na Suécia pela Fundação Eric K Fernström

15 de Maio 2020 Jornal Campeão: Gonçalo Castelo-Branco distinguido na Suécia pela Fundação Eric K Fernström

Ulf Sirborn

 

O investigador Gonçalo Castelo-Branco, natural de Cantanhede e licenciado em Bioquímica pela Universidade de Coimbra, vai ser galardoado com o prémio “Eric K. Fernström 2020”, da Eric K Fernström Foundation, na Suécia.

Este galardão, que premeia o seu relevante trabalho de pesquisa nas áreas relacionadas com os oligodendrócitos / mielina e com a esclerose múltipla, será entregue a 11 de Novembro, na cidade de Lund, na Suécia, e pretende distinguir os jovens cientistas (com menos de 45 anos), promissores e bem-sucedidos nas suas pesquisas, que trabalhem na Suécia.

Gonçalo Castelo-Branco é, hoje, doutorado pelo Instituto Karolinska (em Estocolmo – Suécia) e o prémio conquistado reflecte-se num valor pecuniário de 90 000 coroas suecas, o equivalente a 8500 euros.

“Gonçalo Castelo-Branco tem feito magníficas contribuições para as pesquisas no campo dos oligodendrócitos / mielina”, revela a Fundação que atribui o prémio.

O cientista lidera uma equipa de 13 pessoas e já em Outubro tinha ganhado o prémio Jubileu, da Sociedade Sueca de Pesquisa Médica, que reconhece a excelência da pesquisa médica.