Coimbra  22 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

GNR apreende seis máquinas e painéis de jogos ilegais em Alvaiázere e Pombal

26 de Agosto 2021 Jornal Campeão: GNR apreende seis máquinas e painéis de jogos ilegais em Alvaiázere e Pombal

O Destacamento Territorial da GNR de Pombal apreendeu seis máquinas e painéis de jogos de fortuna ou azar ilegais, no âmbito de uma acção de fiscalização nos concelhos de Alvaiázere e Pombal.

Numa nota de imprensa, o Comando Territorial de Leiria adianta que, na terça-feira (24), a GNR desenvolveu uma acção de fiscalização em estabelecimentos de restauração e bebidas, com o objectivo de verificar o cumprimento das medidas relativas ao combate à covid-19 que vigoram actualmente.

A operação visou ainda identificar infrações ao respectivo regime jurídico que regula a exploração dos estabelecimentos.

No decorrer desta acção foram fiscalizados 13 estabelecimentos, tendo sido apreendidos seis máquinas e painéis de jogos de fortuna ou azar ilegais, que não cumpriam a legislação em vigor, nomeadamente a exploração fora de locais autorizados, explicou à agência Lusa o comandante do Destacamento Territorial de Pombal, tenente Ricardo Monteiro.

Foram detectadas 18 infracções, tendo sido elaborados dois autos de notícia e 16 autos de contraordenação.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Pombal.

A GNR adverte, na mesma nota, que a “dependência do jogo é reconhecida como uma patologia, sendo necessário estar alerta aos sinais que revelem a adição do jogador, pois é comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho e contraiam dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo”.

“É por este motivo que a Guarda mantém fiscalizações contínuas neste âmbito, por forma a sinalizar pessoas com esta dependência, sensibilizar e reprimir quem utiliza e explora, de forma ilegal e dissimulada este tipo de equipamentos ou promove jogos de fortuna ou azar”, refere o comunicado.