Coimbra  8 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Futebol: Arnaut é potencial presidente da AAC/OAF, Pedro Roxo pondera

15 de Março 2019

Com o timoneiro cessante da Académica/OAF, Pedro Roxo, a reflectir se se recandidata, o antigo vice-presidente Salvador Arnaut está inclinado a perfilar-se para a liderança da Briosa, soube o “Campeão”.

A eleição dos próximos órgãos sociais do Organismo Autónomo de Futebol da AAC (proprietário da Académica – SDUQ) relizar-se-á no primeiro semestre deste ano.

Pedro Roxo, investido no cargo na sequência da renúncia de Paulo Almeida, que se limitou a cumprir um ano de mandato (2016 -17), tem descartado pronunciar-se publicamente sobre uma hipotética recandidatura.

Embora tenha coadjuvado José Eduardo Simões, o empresário Arnaut teve enquanto vice-presidente um final de mandato pautado por relacionamento atribulado com o engenheiro civil que liderou a Briosa durante mais de uma década.

António José Figueiredo, que também foi vice-presidente da AAC/OAF sob a liderança de Simões, esteve, igualmente, inclinado a perfilar-se para timoneiro, mas a recente investidura como vice-reitor da Universidade de Coimbra arredou-o desse cenário.

Nos bastidores da AAC/OAF, há rumores acerca da hipotética (re)candidatura de Paulo Almeida, cuja renúncia ao mandato presidencial (2016 – 17), com menos de um ano no cargo, foi insuficientemente explicada.

Caso Pedro Roxo não aspire a ser reconduzido, é improvável que um dos vice-presidentes da Direcção cessante se perfile para lhe suceder.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com