Coimbra  23 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Fundação Ronald McDonald apresenta exposição fotográfica em Coimbra

14 de Junho 2019

“Um dia de cada vez” é o nome da exposição da fotógrafa Isabel Saldanha que retrata famílias apoiadas pela Fundação Infantil Ronald McDonald e que vai estar patente, entre amanhã (15) a 01 de Julho, na Estação Ferroviária de Coimbra (Coimbra-A).

Esta iniciativa tem como propósito assinalar o Dia Internacional da Família, apresentando assim um trabalho que já esteve exposto em Lisboa e também no Porto.

A exposição itinerante “relata a vida de muitas das mais de 2 650 famílias de crianças em tratamento hospitalar que a Fundação, as Casas e o Espaço Familiar Ronald McDonald já acolheram e apoiaram de diferentes formas”, revela a entidade promotora.

“Para além dos retratos das famílias, Isabel Saldanha é também a autora dos textos que os acompanham, dando a conhecer um pouco da sua história” e, entre muitas, encontra-se a história dos irmãos Catarina e Daniel Marques João: “A Catarina salvou a vida ao irmão de apenas três meses, ao doar-lhe a medula óssea quando tinha quatro anos e meio. Os pais perguntaram-lhe se estaria disponível para fazer a operação e a Catarina disse que sim. ‘Eu vou salvar o mano’” disse. Hoje os dois estão livres de perigo, mas recordam com carinho os dias passados na ‘Casa’ longe de casa.

Para Gonçalo Barata, director executivo da Fundação Infantil Ronald McDonald, “estas magníficas imagens são o registo e expressão da forma como tantas famílias, com crianças em tratamento hospitalar, são diariamente tocadas pelo trabalho das Casas Ronald McDonald”, sublinhando que “todos os que diariamente, de forma directa ou indirecta, ajudam a que estes sorrisos aconteçam, sentir-se-ão felizes ao ver esta exposição”.

Já a fotógrafa Isabel Saldanha afirma: “sou fotógrafa é verdade, mas é nas palavras que respiro. Tenho uma paixão platónica por imagens, mas só porque sei que nelas reside o preâmbulo de uma história qualquer. Os trabalhos que mais me apaixonam são aqueles que se aventuram no cruzamento destes dois caminhos, uma mão cheia de histórias e um espólio imenso de fotografias. Tive a sorte de conseguir conjugar essas duas paixões neste desafio que a Fundação Infantil Ronald McDonald me lançou: a oportunidade de me fazer testemunha e compositora de imagens e textos acerca das famílias que passaram ou que ainda residem nas Casas da Fundação. Tenho tanto de gratidão, como de orgulho, porque o melhor que levamos desta vida é o sumo das nossas histórias”.

A mostra tem entrada gratuita e apoio da Infraestruturas de Portugal.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com