Coimbra  17 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Fundação ADFP foi anfitriã do projecto Mystic

17 de Julho 2023 Jornal Campeão: Fundação ADFP foi anfitriã do projecto Mystic

“MYSTIC – Mobilização de Jovens e Talentos de Serviço Juvenil por meio de Codesign Imersivo Abstrato” é este o nome do projecto financiado pela União Europeia, no qual está envolvida a Fundação ADFP, juntamente com seis parceiros de mais cinco nacionalidades.

Este é um projecto europeu ao abrigo do Erasmus+ Key Action 3 Call, iniciado em Novembro de 2022, e com previsão de terminus em Dezembro de 2024, em que o principal objectivo é contribuir para a recente política da União Europeia sobre recuperação e crescimento sustentável, ajudando os jovens com menos oportunidades a desbloquear os seus potenciais, isto significa, apoiar as organizações juvenis e os trabalhadores/animadores juvenis a tornarem-se mais inovadores. Para concretizar este propósito, os principais objectivos do projecto MYSTIC são então a capacitação de jovens trabalhadores e voluntários como ‘Mediadores Comunitários’, a capacitação de jovens com menos oportunidades para se tornarem ‘Líderes Comunitários’, estabelecer ‘Co-Design Labs’ comunitários para que os mediadores e líderes possam trabalhar juntos para resolver problemas de interesse transnacional mas local.

Os beneficiários do projecto serão trabalhadores juvenis profissionais e voluntários jovens, jovens dos 18 aos 30 anos desfavorecidos/com menos oportunidades, e organizações juvenis, decisores políticos, e comunidades de investigação.

O programa de desenvolvimento e treino MYSTIC será combinando com um curso básico online e também um jogo interactivo, com um programa de mobilidade residencial imersivo incorporando workops interactivos.

Privilegiando o facto da Fundação ADFP ter anos de experiência prática de trabalho com pessoas, os parceiros internacionais estiveram presentes nos dias 10 e 11 de Julho, em reuniões de trabalho para preparação destes workshops interactivos, tendo tido a oportunidade de conhecer as respostas sociais da Fundação ADFP, o Parque Biológico da Serra da Lousã, onde realizaram inúmeras actividades e experiências como o passeio, tratamento e alimentação de cavalos, a alimentação de veados, gamos, cabras serranas e cabras anãs, e a visita mais próxima aos ursos pardos, tendo visitado também o Templo Ecuménico Universalista, e realizaram ainda uma caminhada pela Serra da Lousã, até ao Talasnal.

A junção destas visitas em conjunto com as reuniões de trabalho tiveram o objectivo desenvolver um Programa Residencial Imersivo, que foi testado nesta vinda a Portugal, com vista a ser implementado no próximo ano 2024.

Na visita e reunião de trabalho, estiveram presentes parceiros ingleses e portugueses da AGID – Associação Godinhela: Investigação e Desenvolvimento, Coordenadora do Projecto; OTI – One Terrene Internacional, do Chipre; CPIP – Centrul Pentru Promovarea Invatarii Permanente Timisoara, da Roménia; KETHEA – Kentro Therapeias Exartimenon Atomon: Centro Terapêutico para Indivíduos Dependentes, da Grécia; e TUCEP – Tiber Umbria Comett Education Programme, de Itália e a Equipa Técnica da Fundação ADFP para o projecto.

De Espanha e do Reino Unido, estiveram em reunião online os parceiros da Spherical Pixel e da Arcola Reasearch LLP respectivamente.