Coimbra  18 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Fundação ADFP abre candidaturas a bolsas de estudo para crianças “brilhantes“

17 de Março 2022 Jornal Campeão: Fundação ADFP abre candidaturas a bolsas de estudo para crianças “brilhantes“

A Fundação ADFP vai lançar, pelo quarto ano consecutivo, as candidaturas a Bolsa de Estudo no St. Paul’s School, que decorrerão até ao dia 30 de Abril.

A Instituição considera “ser prioridade nacional promover a liberdade de ensino e um sistema educativo que privilegie a valorização das capacidades intelectuais dos alunos. Assim, as crianças talentosas ou sobredotadas devem merecer uma atenção especial por parte da escola e da comunidade, não sendo só responsabilidade da família”, refere a mesma.

Dentro deste contexto, a Fundação ADFP tem desenvolvido, também, o projecto “Mentes Brilhantes“, que visa a detecção de crianças sobredotadas, procurando combater o abandono escolar e promover o sucesso educativo.

Há países onde as melhores escolas privadas concedem bolsas a alunos de excelência, com insuficiência económica, prática que a Fundação ADFP quer seguir no St Paul’s School.

As bolsas de estudos englobarão os valores da inscrição e das propinas, tendo em consideração o rendimento familiar per capita. Os restantes serviços que o Colégio disponibiliza, nomeadamente alimentação e transporte, poderão também ser gratuitos ou ter valor reduzido, de acordo com os rendimentos das famílias.

Os critérios de selecção dos candidatos assentarão no mérito académico (desempenho obtido nos dois períodos letivos e em anos lectivos transatos), na recomendação do aluno por parte de docentes ou directores de estabelecimentos de ensino que tenham frequentado e entrevistas a realizar com o aluno e respectiva família.

Os interessados poderão submeter a sua candidatura eletrónica até 30 de Abril de 2022, através de formulário disponibilizado no portal eletrónico da Fundação ADFP.

O St Paul’s insere-se numa filosofia filantrópica da Fundação ADFP de apoio ao desenvolvimento local e regional, com melhoria do bem-estar colectivo.

Perante a inexistência de um colégio bilingue, com cariz internacional, em Coimbra, a Fundação decidiu criar o St. Paul’s School, com a colaboração do St. Peter’s de Palmela, Setúbal, para garantir a famílias de classe média um ensino diferenciado e alternativo ao existente.