Coimbra  25 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Finais do Concurso Concelhio de Leitura da Figueira da Foz agendadas para 18 e 20 de Março

13 de Março 2024 Jornal Campeão: Finais do Concurso Concelhio de Leitura da Figueira da Foz agendadas para 18 e 20 de Março

No próximo dia 18 de Março, o Auditório Madalena Biscaia Perdigão será palco das finais do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico, com sessões marcadas para as 9h30 e 14h30, respectivamente. Já no dia 20 de Março, será a vez das finais do 3.º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário, com início previsto para as 9h30. Estas finais integram a XI edição do Concurso Concelhio de Leitura da Figueira da Foz, uma iniciativa promovida em parceria pela Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares e pelo Município da Figueira da Foz, através da Biblioteca Pública Municipal Pedro Fernandes Tomás.

O evento, que terá lugar no Auditório Madalena Biscaia Perdigão, contará com dois momentos de avaliação, seguindo o padrão de anos anteriores. O primeiro momento consistirá numa prova escrita, composta por questões de escolha múltipla e desenvolvimento. O segundo momento contemplará uma prova oral de leitura expressiva e outra de argumentação, realizada pelos 6 alunos com melhor desempenho na primeira fase avaliativa.

Este ano, o júri seleccionou obras específicas para cada ciclo de ensino. Para o 1.º Ciclo do Ensino Básico serão lidas as obras “O Avô Minguante”, de Daniela Leitão, e “A Menina que queria salvar os livros”, de Klaus Hagerup. Já para o 2.º Ciclo do Ensino Básico foram escolhidas “Viagens de Chapéu”, de Susana Cardoso Ferreira, e “O Estranho Caso do Yoda de Origami”, de Tom Angleberger. Por sua vez, o 3.º Ciclo do Ensino Básico terá como leituras obrigatórias “Tom e o Jardim da Meia-Noite”, de Philippa Pearce, e “Os Reis do Mar”, de David Machado. Quanto ao Ensino Secundário, os alunos terão de ler “O homem que queria ser amado e o gato que se apaixonou por ele”, de Thomas Leoncini, e “Jesus Cristo Bebia Cerveja”, do figueirense Afonso Cruz.

Entretanto, a Rede de Bibliotecas Escolares anunciou que, por motivos alheios ao Município, não será possível promover a 18ª edição do Concurso Nacional de Leitura, o que também implicará o cancelamento da fase Intermunicipal do concurso.