Coimbra  20 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz: Sociedade Musical Santanense comemora 127 anos

30 de Agosto 2021 Jornal Campeão: Figueira da Foz: Sociedade Musical Santanense comemora 127 anos

A Sociedade Musical Santanense (SMS), sediada em Santana, no concelho da Figueira da Foz, está a comemorar o seu 127.º aniversário, decorrendo os festejos amanhã (1) e no próximo fim-de-semana (4 e 5).

As comemorações, que terão um formato adaptado devido ao actual contexto pandémico, começam amanhã (1), pelas 09h00, com o hastear da bandeira na sede da Sociedade Musical.

Já no sábado, dia 4, os comensais terão a oportunidade de degustar alguns vinhos e petiscos que serão servidos no recinto de festas da Sociedade, havendo também o serviço de take-away durante a tarde e noite.

Por sua vez, no domingo, a partir das 15h00, “as Bandinhas da SMS irão saudar a população partindo de alguns pontos estratégicos de Santana em direcção à sua sede, onde, pelas 15h30, se executará o seu hino e as bandeiras esvoaçarão para celebrar mais um aniversário”, disse a Sociedade Musical Santanense, acrescentando que às 16h00 decorrerá uma ida ao cemitério para homenagear todos aqueles que “ao longo dos anos deram o melhor de si em prol da Santanense”.

Pelas 17h00, vai realizar-se a Missa Solene no interior das instalações da SMS e, no final desta, decorrerá um pequeno concerto da Banda de Santana. Após isto, está prevista a cerimónia de “imposição de divisas” e uma curta sessão com a presença das habituais entidades oficiais.

As comemorações vão terminar com um “momento marcante na vida da SMS”, no qual o maestro da Banda vai apresentar o seu novo livro “As comemorações dos 125 da SMS/Encontro entre colectividades”. O prefácio da obra foi escrito por Bruno Madureira, “personalidade muito ligada ao movimento filarmónico nacional, cujos seus estudos e reflecções muito tem contribuído para aclarar esta matéria um tanto ou quanto adormecida”, disse o maestro da Banda de Santana, Francisco Relva Pereira, revelando a cerimónia vai contar com presença dos representantes de todas as colectividades que aderiram a este projecto.