Coimbra  19 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz recebe teatro que mostra o “quotidiano da velhice”

26 de Março 2024 Jornal Campeão: Figueira da Foz recebe teatro que mostra o “quotidiano da velhice”

Amanhã (27), o Centro de Artes e Espectáculos (CAE) da Figueira da Foz vai receber a peça “Requiem por Isabel”. A partir das 21h30, as portas do Grande Auditório abrem-se para que Rita Ribeiro, Lídia Franco e Baltasar Marçal entreguem ao público uma obra sobre o outro lado da velhice.

 “Esta é a história de um dia na vida destas mulheres sujeitas a conviver no presente, duas mulheres com passados nos antípodas uma da outra, duas mulheres aparentemente sem nada em comum. É a história de um dia quotidiano na velhice, ou a história de duas vidas, ou a história de uma amizade improvável”, lê-se na sinopse do evento.

 Inserido a Abertura das XLVI Jornadas de Teatro Amador da Figueira da Foz, o espectáculo aborda o percurso de Lucrécia, a actriz mais famosa e requisitada do seu tempo. “Este já não é o seu tempo. A debater-se com a decrepitude física e financeira, foi obrigada a mudar-se para um apartamento nos subúrbios da cidade”, revela a organização. O caminho de Lucrécia acaba, assim, por cruzar-se com o de Isabel, que “foi professora de Português. Reformada e viúva, mora desde sempre no prédio onde, há um ano, Lucrécia inaugurou residência”.

 Da autoria de Raquel Serejo Martins, o texto de “Requiem por Isabel” venceu a a quinta edição do Prémio Miguel Rovisco – Novos Textos Teatrais. O bilhete para a peça de teatro tem o custo de 5 euros e pode ser adquirido na bilheteira do CAE.