Coimbra  19 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz recebe imigrantes no âmbito do Programa de Reinstalação

5 de Julho 2019

Um grupo de 23 cidadãos sírios e iraquianos vieram para Portugal, com estatuto de refugiados, tendo, depois, sido distribuídos pelos concelhos da Covilhã, Oliveira de Azeméis, Matosinhos, Figueira da Foz e Vale do Tejo.

A vinda dos imigrantes para o nosso país realizou-se ao abrigo do Programa Nacional de Reinstalação, que contou com o acolhimento da Cruz Vermelha Portuguesa e da União das Misericórdias Portuguesas, que os distribuíram.

Os cidadãos, uma família síria e quatro iraquianas, vieram de Istambul, na Turquia.

Segundo os ministérios da Administração Interna e da Presidência e da Modernização Administrativa, até ao momento, Portugal já acolheu 217 pessoas no âmbito do Programa Voluntário de Reinstalação do ACNUR e da Comissão Europeia. Destas, 85 são provenientes da Turquia e 132 do Egipto.

O acolhimento e a integração das pessoas refugiadas têm sido uma prioridade do Governo, num esforço contínuo que envolve Estado central e autarquias locais, bem como entidades públicas e privadas, e que tem sido reconhecido pela ONU, pela Organização Internacional das Migrações, pela União Europeia e pelo Conselho da Europa”, revela o Governo.

E adianta que: “esta prioridade tem-se traduzido na participação activa de Portugal no esforço europeu de acolhimento aos refugiados, através do apoio às propostas da Comissão Europeia no sentido da construção de uma política europeia de asilo comum, que seja assente nos princípios da responsabilidade e solidariedade, no respeito pela dignidade da pessoa humana e no combate ao tráfico de seres humanos”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com