Coimbra  18 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz participou no Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude

27 de Abril 2021 Jornal Campeão: Figueira da Foz participou no Encontro Nacional de Conselhos Municipais de Juventude

O Município da Figueira da Foz participou, a 23 e 24 de Abril, no I Encontro Nacional dos Conselhos Municipais de Juventude, que se realizou de forma online.

O evento resultou de uma parceria entre os municípios de Braga e do Porto, o Conselho Nacional da Juventude, a Federação Nacional das Associações Juvenis e o Instituto Português do Desporto e Juventude.

Durante dois dias, cerca de 400 jovens, decisores políticos e técnicos trabalharam no sentido de desenvolver a “Carta A3: 10 ideias para modernizar os Conselhos Municipais da Juventude” e uma “Bolsa de projectos para transformar ideias em boas práticas”. Segundo a Câmara Municipal da Figueira da Foz, com estas elaborações pretende-se desenvolver “o dever de participação activa e compromisso na identificação de necessidades e soluções para os jovens a nível local, envolvendo-os nos processos de tomada de decisão”.

A vereadora da Juventude, Mafalda Azenha, participou com uma técnica municipal e dois jovens representantes do Conselho Municipal de Juventude da Figueira da Foz, Carlos Vitória e Diogo Tomázio.

“Este encontro nacional assumiu-se como uma nova etapa para os Conselhos Municipais de Juventude e um novo ciclo de políticas locais, cabendo ao poder local valorizar, cada vez mais, a participação dos jovens na construção da sua comunidade, preparando-os para, no futuro, saberem enfrentar problemas e novos desafios em áreas como a educação, a saúde ou o emprego”, disse o Município da Figueira da Foz.

Para o Executivo, “ficou evidente neste encontro que os Conselhos Municipais têm de assumir cada vez mais como a ponte entre os Municípios e os Jovens, criar o seu Plano de Actividades anual e promover Encontros temáticos, com os seus pares, para identificar/definir áreas prioritárias ou estratégicas e criação de plataformas de partilha de práticas, experiências e rede ‘networking’, a nível inter-municipal, regional, nacional e até internacional”.