Coimbra  28 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz: Grupo de teatro despede-se do espaço “O Sítio das Artes”

12 de Maio 2021 Jornal Campeão: Figueira da Foz: Grupo de teatro despede-se do espaço “O Sítio das Artes”

A Associação Viver em Alegria, da Figueira da Foz, vai abandonar o espaço “O Sítio das Artes” por motivo da planeada ocupação do espaço por um núcleo de formação profissional do Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Para assinalar o fim daquele espaço público, o Grupo de Teatro da Associação Viver em Alegria, Teatro do Oblíquo, vai levar novamente à cena a peça estreada o ano passado “O que fica do que passa?” a partir do texto “O Amante”; de Harold Pinter, com ligeiras alterações na encenação, com o objectivo de preservar para memória futura e prestar uma singela homenagem a todos os que, em palco e na plateia, usufruíram do espaço O Sítio das Artes.

O espectáculo vai acontecer no Auditório Municipal “O Sítio das Artes” no dia 15 de Maio, pelas 21h00.

Reservas através dos números: 963608419/968012123. A aquisição de bilhetes (donativo indicativo de 4€) é feita no dia do espetáculo, à entrada do auditório, a partir das 20h30.

Embora tenha havido por parte da Câmara Municipal a preocupação de dotar a Universidade Sénior de um novo espaço totalmente remodelado, também camarário, adequado à sua continuidade, o Grupo de Teatro deixa de contar com o Auditório do Sítio das Artes para ensaios e apresentação de espectáculos ao público em geral.

O espaço foi objecto de grandes obras de manutenção e de adaptação às artes performativas, projectadas e implementadas, na sua grande maioria, por três entidades sediadas no espaço – Associação Viver em Alegria, Grupo de Teatro Pateo das Galinhas e o Coral David de Sousa, quer através do pagamento de serviços a empresas de construção civil, quer pelo próprio trabalho efectivo de alguns dos seus sócios.