Coimbra  22 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz: GNR tem 340 novos guardas e vai chegar aos 900

2 de Outubro 2018

São 340 os elementos que terminaram o curso 2017/2018 no Centro de Formação da Figueira da Foz e vão reforçar a Guarda Nacional Republicana (GNR), tendo jurado bandeira ao final da tarde de ontem.

O Compromisso de Honra foi prestado pelos que terminaram com aproveitamento o 39.º Curso de Guardas, com a cerimónia a marcar o final de um período de formação e o início da actividade profissional.

A cerimónia foi testemunhada por centenas de familiares e amigos dos militares, tendo sido presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, contando com a presença do comandante-geral da GNR, tenente-general Luís Francisco Botelho Miguel, bem como do presidente da Câmara da Figueira da Foz, João Ataíde, e de outras individualidade militares e civis.

Ao todo serão cerca de 900 novos guardas da GNR que estarão em funções até ao fim deste ano, segundo o ministro da Administração Interna, constituindo “o maior conjunto de efectivos desde há cerca de uma década”.

“Entre estes 340 efectivos e aqueles que dentro de algumas semanas concluirão a sua formação no Centro de Formação de Portalegre teremos mais de nove centenas de novos guardas que iniciarão plenamente funções”, frisou o ministro.

A juntar às nove centenas de novos guardas que estarão em funções no final de 2018 – os 340 que ontem firmaram o compromisso de honra e mais cerca de 600 que a 14 de Dezembro concluem 11 meses de formação em Portalegre – uma centena de novos oficiais recebem, hoje, as suas espadas, concluindo Eduardo Cabrita que este ano existirão “cerca de 1 000 novos elementos na Guarda Nacional Republicana”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com