Coimbra  11 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Figueira da Foz: Festival de Cinema exibe filmes-concerto

4 de Setembro 2019

O cinema de autor regressa amanhã (quinta-feira) à Figueira da Foz com o arranque da sexta edição do Festival International Film Art, que contará com mais de 160 filmes em competição, incluindo uma série de filmes-concerto.

O primeiro filme-concerto será com o músico e compositor Vítor Rua, fundador dos GNR e “alma” dos Telectu, que vai musicar “O Barão”, de Edgar Pêra. Os dois artistas reencontram-se, no âmbito do festival, no dia 11, numa exibição inédita de “A Caverna”, de Edgar Pêra, que vai também participar no espectáculo, contando ainda com ‘vjamming’ de Cláudio Vasques.

Pelo meio, ficam Victor Torpedo, dos Parkinsons, que vai musicar “A Bucket of Blood”, de Roger Corman, enquanto os Subway Riders vão providenciar a banda sonora de “Missile to the moon”, de Richard E. Cunha, no dia 08.

A programação inclui, ainda, “White Dog”, de Samuel Fuller, com música de Marcelo dos Reis (dia 09), “Luz de Inverno”, de Ingmar Bergman, com banda sonora do também membro dos Parkinsons Pedro Chau (dia 10), antes de terminar, no dia 12, com “The Unknown”, de Tod Browning, e música ao vivo de Luís Pedro Madeira.

No dia 07 vai ser exibido o documentário “A Long Way to Nowhere”, de Caroline Richards, sobre os The Parkinsons.

“O Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz – Film Art 2019 é um festival de cinema independente comprometido e dedicado a mostrar as obras de novos e consagrados realizadores do mundo do cinema independente”, refere a associação cultural Conquistapanorama, que assegura a organização do evento.

O festival oferece, até ao dia 15, 76 sessões de cinema em competição, que serão preenchidas com longas-metragens de ficção e documentários, curtas de ficção, ‘videoclips’ e filmes realizados em ambiente escolar.

Segundo os organizadores, serão exibidas oito obras de ficção, 67 curtas de ficção, nove documentários, 30 filmes realizados em ambiente escolar e 63 videoclips.

As obras foram seleccionadas durante um longo processo, que implicou o visionamento de mais de 1 500 horas de produção cinematográfica.

“1.577 horas, distribuídas por 1.764 filmes oriundos de 123 países. Foi o resultado das inscrições no FICFF-FA 2019 que terminaram a 31 de Março”, referem os organizadores.

Fora da competição, o destaque vai para o cinema espanhol independente, estando programada a apresentação “em sete dias, de sete obras de sete realizadores espanhóis, representando sete décadas”.

Em colaboração com o Departamento de Física da Universidade de Coimbra e da associação NUCLIO, serão também exibidos ainda 10 filmes alusivos à exploração espacial, assinalando os 50 anos da missão Apollo XI.

As sessões decorrerão no Centro de Artes e Espectáculos (CAE) e Auditório Municipal da Figueira, com duplas sessões, às 21h30 e 23h45.

Os bilhetes custam cinco euros, um passe para todo o festival custa 40 euros, mas há a possibilidade de conseguir preços mais baixos para sessões específicas.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com