Coimbra  16 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

FICABEIRA: Feira de Arganil assume cariz solidário em prol da Casa dos Afectos

27 de Julho 2023 Jornal Campeão: FICABEIRA: Feira de Arganil assume cariz solidário em prol da Casa dos Afectos

Na quarta-feira (26), foi apresentada a 40.ª edição da FICABEIRA – Feira Industrial, Comercial e Agrícola da Beira Serra e Feira do Mont’Alto 2023, que acontecerá de 6 a 10 de Setembro, no Parque Verde Urbano do Sub-Paço, em Arganil.

Este ano, o evento, que é um dos maiores e mais antigos certames da região, terá um cariz solidário. O acesso ao recinto será pago, com bilhetes a 2 euros para crianças até aos 12 anos e 3 euros para os demais visitantes. A receita obtida durante os cinco dias do evento será totalmente destinada à construção da Casa dos Afectos, no centro da vila de Arganil, em colaboração com a APPACDM – Unidade Funcional de Arganil.

Luís Paulo Costa, presidente da Câmara Municipal de Arganil, revelou que o objectivo é vender pelo menos 10 mil entradas gerais, o que proporcionaria um contributo significativo para o projecto da Casa dos Afectos, tornando mais fácil a sua concretização. A iniciativa visa ajudar a erguer um Lar Residencial para pessoas com deficiência intelectual, promovendo a sua autonomia pessoal e social, e trazendo mais tranquilidade e oportunidades para os utentes e suas famílias.

Durante a sessão de apresentação do evento à imprensa, Luís Paulo Costa expressou confiança no espírito solidário e generosidade dos arganilenses e dos visitantes nesta época de festa. A presidente da APPACDM de Coimbra, Helena Albuquerque, agradeceu o envolvimento e apoio da comunidade de Arganil ao projecto da Casa dos Afectos, destacando que a iniciativa é um esforço conjunto para benefício de toda a região.

A Casa dos Afectos é um projecto que nasceu há cerca de 15 anos e está cada vez mais próximo de se concretizar. Funcionará como um complemento ao Centro de Actividades de Capacitação para inclusão da APPACDM de Coimbra em Arganil, visando oferecer retaguarda familiar para os utentes com deficiência intelectual, cujos cuidadores envelhecem. O projecto recebeu um incentivo financeiro de cerca de 570 mil euros do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES 3.0) e aguarda pelo contributo solidário da FICABEIRA para se concretizar plenamente em Setembro deste ano.