Coimbra  19 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Festival do Arroz e da Lampreia proporciona viagem gastronómica em Montemor-o-Velho

17 de Março 2024 Jornal Campeão: Festival do Arroz e da Lampreia proporciona viagem gastronómica em Montemor-o-Velho

Neste domingo e de 21 a 24 de Março prossegue a 22.ª edição do Festival do Arroz e da Lampreia, em Montemor-o-Velho, com sabores do campo e do rio na tenda localizada no Largo da Feira.

“Há pouca lampreia, mas é uma situação que podemos mudar. Temos de defender e salvar a lampreia e, para isso, é necessário contar com a solidariedade de todos”, sublinhou o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, na inauguração do certame.

Apesar da escassez do ciclóstomo que dá nome ao festival, o edil Montemorense sublinhou que “há muitos e bons motivos para visitar o Festival do Arroz e da Lampreia: venham até Montemor-o-Velho e descubram as várias iguarias, sabores e tentações que este certame tem para oferecer”.

No momento, o presidente da Assembleia Municipal de Montemor-o-Velho, Fernando Ramos, reiterou que “este é um festival que dá destaque ao mote ´valorizar o que é nosso´” e reforçou: “este é um festival que aposta na sustentabilidade e que evoca o rio e a sua importância para este território, dele nasce o arroz, a lampreia e aquilo que é nosso”.

Na sessão que contou também com as intervenções do secretário de Estado da Administração Local e Ordenamento do Território, Carlos Miguel, e da ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, onde foram recordadas as dificuldades e as conquistas para o sector agrícola. A governante fez questão de reconhecer e deixar palavras de agradecimento “aos agricultores e a todos os que converteram estes produtos no que vamos degustar e que vai saciar a nossa vontade de confraternizar”.

À semelhança das edições anteriores, o festival mais saboroso da região deu as boas-vindas aos convidados e aos muitos visitantes com o talento dos músicos das centenárias filarmónicas do concelho – Academia Musical Arazedense (AMA), Associação Filarmónica 25 de Setembro, Associação Filarmónica União Verridense (AFUV) e Filarmónica Instrução Recreio de Abrunheira (FIRA) – que, sob a batuta do maestro Paulo Silva, da AFUV, interpretaram o Hino de Nossa Senhora da Vitória.

Com a sempre surpreendente vista para o Castelo de Montemor-o-Velho, o momento inaugural contou também com a visita ao recinto e com a tradicional mostra gastronómica e doçaria, que abriu o apetite ao muito público presente e mostrou a excelência de sabores e aromas que vão poder descobrir e saborear durante a 22.ª edição do Festival que tem como embaixadores o arroz Carolino do Baixo Mondego e a lampreia.

No momento, o presidente da Câmara Municipal de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, relembrou que os/as apreciadores/as de lampreia “devem contactar as tasquinhas atempadamente para garantir a sua degustação” e reforçou: “há muitas e saborosas opções gastronómicas disponíveis que vão surpreender quem visitar o festival ou os restaurantes aderentes do festival, ao longo de todo o mês”.

No primeiro dia do certame gastronómico, o programa de animação contou com as actuações do Rancho Folclórico e Regional do Seixo, do Rancho Folclórico do Centro Beira Mondego – Santo Varão, terminando com o espectáculo dos Némanus e a actuação dos Bad Monkeyz.

Em www.festivalarrozlampreia.pt, está disponível toda a programação do festival que é de entrada livre.