Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Festival das Artes: Da pintura à música de Sete Lágrimas

14 de Julho 2018

A inauguração do ciclo das artes plásticas, com obras de Graça Morais, e a celebração dos “Amores na Diáspora”, pelo grupo Sete Lágrimas destacam-se na programação do segundo dia do Festival das Artes, em Coimbra.

“Os quadros também se namoram” é o título da exposição que abre portas, hoje, às 16h00, no Edifício Chiado, com os Amores e Desamores patentes na obra da pintora Graça Morais pertencente à colecção privada Paço d’Arcos, e com curadoria de José Pedro Paço D’Arcos.

Às 21h30 é tempo de a Igreja do Convento de S. Francisco receber o concerto “Amores na Diáspora”, do grupo Sete Lágrimas. Mergulhando nos géneros e formas musicais dos cinco continentes, o grupo arrisca novas formas interpretativas de reportórios populares e eruditos, do século XVI ao século XX, criando uma viagem em vertigem experimental.

Fundado em 1999 por Filipe Faria e Sérgio Peixoto, o grupo Sete Lágrimas assume o nome da inovadora colecção de danças do compositor renascentista John Dowland (1563-1626).

Sete Lágrimas junta músicos de diferentes horizontes musicais em torno de projectos animados tanto por profundas investigações musicológicas, como por processos de inovação, irreverência e criatividade. No seu trabalho são identificáveis os diálogos entre a música erudita e a popular, entre a música antiga e a contemporânea e entre a secular diáspora portuguesa dos descobrimentos e o eixo latino mediterrânico.

Para mais informações sobre a programação, consultar www.festivaldasartes.com.

 

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com