Coimbra  17 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Festas de São Tomé em Mira vêm aí cheias de força

23 de Junho 2023 Jornal Campeão: Festas de São Tomé em Mira vêm aí cheias de força

As Festas de São Tomé, que acontecem de 21 a 25 de Julho no Jardim do Visconde, em Mira, terão como principais atracções musicais a banda D.A.M.A, Fernando Daniel, T-Rex e Quim Roscas e Zeca Estacionâncio.

O presidente da Câmara Municipal de Mira, Raul Almeida, afirmou durante a conferência de imprensa de apresentação do evento que espera repetir o sucesso do ano passado. “O cartaz foi planeado de forma abrangente, visando diferentes faixas etárias”.

Além dos espectáculos nocturnos, o evento também contará com exposições, actividades desportivas e culturais durante o dia, incluindo o lançamento de um livro. A entrada é gratuita.

No palco principal, sempre a partir das 23h00, decorrem os concertos de D.A.M.A (dia 21), Fernando Daniel (dia 22), T-Rex (dia 23), Quim Roscas e Zeca Estacionâncio (dia 24), além de duas bandas filarmónicas que se apresentarão num duelo musical, seguido de um espectáculo piromusical (dia 25).

No palco das tasquinhas, estarão o Grupo Folclórico de Portomar e os Filhos da Madrugada (dia 21), o Grupo Folclórico Varandinhas de S. Bento, o Grupo Folclórico do Poço da Cruz e os Picadinhos da Concertina (dia 22). O Grupo Folclórico da Casa do Povo de Mira e o Grupo Taboeira apresentam-se no dia 23. No dia seguinte, será a vez do Grupo Folclórico Flores Vivas do Seixo e Tangerina não é Clementina, e no último dia do evento, 25 de Julho, é a vez da actuação de Gurillaz Dance Crew e Colibry.

O orçamento para as Festas de São Tomé de 2023 é de cerca de 160 mil euros e contam também com uma área infantil e desportiva, carrosséis e uma zona de tasquinhas, onde seis associações prepararão pratos regionais e gandareses.

No dia 23 de Julho, está prevista uma homenagem aos funcionários municipais de Mira, enquanto no dia seguinte haverá a inauguração da requalificação do órgão de tubos, considerado o património histórico-cultural mais antigo da região.

O evento, organizado pela Câmara Municipal de Mira, tem crescido e este ano conta com cerca de 100 expositores, entre tasquinhas, stands e terrados, representando um aumento de aproximadamente 20% em relação a 2022 e mais de 50% em relação a 2019. No entanto, este crescimento tem gerado um problema devido à limitação física do espaço. O presidente da Câmara de Mira mencionou a possibilidade de expandir a área ocupada em direcção ao cemitério e ao Centro de Saúde para solucionar esta questão.