Coimbra  14 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Festa do Senhor da Paciência em Maiorca atrai multidões

21 de Novembro 2023 Jornal Campeão: Festa do Senhor da Paciência em Maiorca atrai multidões

No último fim de semana, nos dias 18 e 19 de Novembro, teve início a Festa do Divino Senhor da Paciência em Maiorca, reunindo devotos nas duas procissões que marcaram o evento. No sábado, a imagem foi transferida da capela nas Cruzes para a Igreja Matriz de Maiorca, e no domingo, uma procissão percorreu as principais ruas da vila. A população local afirma que esta é “seguramente a mais antiga da região Centro”, sendo uma festa exclusivamente religiosa, mesmo não sendo o padroeiro da freguesia.

A devoção ao Divino Senhor da Paciência em Maiorca remonta ao século XVII, quando a imagem foi inicialmente colocada num nicho por uma devota chamada Mariana Monteiro em 1666. A capela dedicada a ele foi construída em 1707, com a conclusão em 1712, financiada pelas esmolas do povo. Após o Terramoto de 1755, a comunidade começou a realizar três procissões em Novembro para invocar o Divino Senhor da Paciência, como agradecimento e pedido de auxílio.

Esta festividade é notável por ser exclusivamente religiosa, sem foguetes ou componentes profanas. As três procissões nocturnas atraem centenas de devotos anualmente, muitos cumprindo promessas de joelhos ou de rastos. A música executada pela Banda de Maiorca durante as procissões é uma marcha fúnebre composta no século XIX, tocada exclusivamente nessas festividades.

A organização contou com seis mordomos, e as procissões nocturnas geram um ambiente intenso e emocional. Durante a procissão principal, são feitas quatro paragens com a entoação do “Miserere” pela Banda de Maiorca, conhecido localmente como o “Passos do Senhor da Paciência”. O andor do Senhor da Paciência já tem reservas para ser enfeitado até 2028.

O evento, presidido pelo padre Daniel Rodrigues e pelo Bispo de Coimbra D. Virgílio do Nascimento Antunes, contou com a participação da Banda da Associação Musical União Filarmónica Maiorquense, Escoteiros de Maiorca, membros da Confraria do Arroz Doce de Maiorca e voluntários do Núcleo de Maiorca da Cruz Vermelha Portuguesa. As receitas da festa serão destinadas a melhorias na capela do Senhor da Paciência.

A semana seguinte incluirá eventos religiosos contínuos, culminando no domingo, dia 26, com a celebração da missa e a última procissão que devolverá a imagem à capela nas Cruzes.