Coimbra  25 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Feira Popular de Coimbra antecipa festas da cidade

29 de Junho 2018

A Feira Popular de Coimbra abre hoje (29 de Junho), às 20h00, no Parque da Canção, um dia antes de começarem as Festas da Cidade e da Rainha Santa, assegurando muita animação até 15 de Julho.

Carrosséis e outros divertimentos, tasquinhas, artesanato e espetáculos musicais são algumas das muitas atrações deste evento que convida à diversão no aprazível parque do Choupalinho.

Promovida pela União de Freguesias (UF) de Santa Clara e Castelo Viegas, a Feira Popular de Coimbra volta a apresentar-se à cidade com todos os atractivos que lhe são habituais e que, ano após ano, atraem muitos milhares de visitantes à Praça da Canção.

O certame é inaugurado hoje, às 20h00, e vai manter-se de portas abertas até 15 de Julho, novamente com entradas gratuitas, fruto de uma parceria com a Câmara Municipal de Coimbra que atribuiu uma verba de 50 900 euros à realização.

A Feira assegura 17 dias de muita festa e diversão e durante a apresentação do evento, o presidente da UF de Santa Clara e Castelo Viegas, José Simão, sublinhou que esta é uma iniciativa para “trazer alegria, proporcionar o encontro e o convívio” e também para “propiciar férias a muita gente que não pode sair da cidade”.

Apesar de manter todos os atractivos habituais, a Feira surge este ano com novidades, a começar pela Fanzone, onde todos vão poder apoiar a selecção nacional e desfrutar dos bons espectáculos de futebol do Mundial. Nesses dias, o recinto abrirá mais cedo, sendo que nos restantes vai funcionar sempre a partir das 20h00, encerrando nos dias úteis às 24h00 e nas vésperas de feriado e fins-de-semana às 02h00.

De acordo com o autarca, a área destinada à gastronomia surge também reforçada, com mais participações e mais diversidade. Destaca também a forte participação das colectividades da freguesia, que aí dinamizam as suas tasquinhas e apresentam os seus trabalhos, angariando assim receita própria que lhes permite dar vida aos seus projectos.

Tasquinhas e carrosséis

Vão estar no recinto 11 tasquinhas, às quais se juntam nove espaços dedicados a bares e farturas. O artesanato é também uma referência no evento, contando este ano com 10 participações. Pelo recinto vão estar ainda 10 stands de várias entidades, onde se destaca a presença de uma equipa de paramédicos, preparada para assegurar primeiros socorros, em caso de necessidade. Na área da diversão, estão assegurados nove divertimentos infantis, três familiares e cinco radicais.

Tal como tem sido habitual, o arraial da UF vai funcionar todos os dias, convidando os visitantes a fazerem aí a sua refeição. De acordo com José Simão, no ano passado foram serviços cerca de 600 quilos de sardinha e cerca de 450 de fêveras e entremeada. Este arraial tem também um cariz solidário já que, no final da noite, são muitos os sem abrigo da cidade que aí vão fazer a sua refeição, consumindo os excedentes.

A Previdência Portuguesa volta a ser parceira neste evento e vai distribuir panfletos pelos visitantes, que visam, como explica Bertília Simão, do executivo da UF, “tentar contar o número de pessoas que entram”, mesmo que aproximado. Em parceria com esta associação mutualista, as pessoas terão também oportunidade de levar uma recordação para casa – uma fotografia numa moldura que irá registar os bons momentos vividos na feira.

A par com toda a oferta que se encontra distribuída pelo recinto, decorre um atractivo programa de animação, com espectáculos em 13 das 17 noites. Hoje actua o grupo “Nexfighter 09”, amanhã a banda Mercadoria e no domingo há Marchas Populares. Na segunda actua o Clube de Tempos Livres de Santa Clara, com a participação de Luís Travassos; na terça sobem ao palco “Os RED”; e na quarta, Dia da Cidade, actua Ruizinho de Penacova.

A animação continua no dia 06 com a banda Sedebandida, no dia 07 com a banda Kremlin e no dia 08 com Lucy e Hélinho. No dia 12 destaque para a Noite Africana, com o Dj Taz Dias e a “cachupa” no arraial popular; no dia 13 realiza-se a Noite Motard, com a banda Misstake; no dia 14 actua a banda Hidrogénio; e no dia 15, a encerrar, há festa surpresa, com o dj Nuka Manuka.

De acordo com José Simão, a Feira Popular de Coimbra vai custar cerca de 120 000 euros.

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com