Coimbra  3 de Dezembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Feira do Ano anima Montemor-o-Velho durante nove dias

28 de Agosto 2018 Jornal Campeão: Feira do Ano anima Montemor-o-Velho durante nove dias

Emílio Torrão, presidente da Câmara Municipal, ladeado pelo vice-presidente José Veríssimo e o adjunto Rui Santos

 

“Valorizar o que é nosso” ou “Viver a história, sentir o progresso” são dois dos lemas que o Município de Montemor-o-Velho volta a colocar em prática, de 01 a 09 de Setembro, com a realização da Feira do Ano – Festas Concelhias.

Milhares de pessoas acorrem, todos os anos, ao largo da Feira para ver os espectáculos, saborear os sabores típico da região, apreciar as tradições de Montemor ou para comprar os seus produtos endógenos. Este ano, as festas contam com um cartaz musical atractivo “e pensado para todas as idades”, como explicou o presidente da Câmara, Emílio Torrão.

Mickael Carreira; Sílvio Girão; Luís Travassos; Ús Sai de Gatas; Baluarte com Sara Travassos e Cláudio Dias; Wet Bed Gang; Mafalda Arnauth e António Ataíde; Raquel Tavares; Blaya e o Mundo da Sara são os principais artistas a animar Montemor-o-Velho nestes dias, para além dos habituais talentos locais que apresentarão aos visitantes as tradições únicas do concelho.

A reabilitação e desenvolvimento do certame foi um dos objectivos deste executivo, que faz agora um balanço positivo desta aposta.

“A Feira do Ano continua a crescer e a afirmar-se é já o evento mais marcante do ano no concelho”, afirmou o autarca aquando da apresentação do certame, adiantando que o mesmo “está programado para continuar a crescer e a proporcionar novas experiências a todos os visitantes”.

Além do cartaz musical, que é sempre renovado, também outras alterações são introduzidas de ano para ano, de forma a inovar e a atrair cada vez mais pessoas.

Este ano, a grande novidade é o reforço da animação nocturna, com seis novos bares temáticos, bem como um reajuste da área da feira, o que permitiu aumentar o espaço dedicado ao sector expositivo, que conta este ano com um aumento de expositores institucionais, empresas e artesãos (cerca de 138, num total de 178).

A “Morlândia”, pensada exclusivamente para as crianças, terá novamente o seu espaço nesta feira e será complementada com o espectáculo “O Mundo de Sara”.

Também a componente agrícola e industrial terá, nesta edição, um maior destaque, sendo que o foco estará na apicultura e no problema da vespa velutina.

Incluída na programação das Festas está, ainda, as seculares Feira da Roupa Velha e das Cebolas, sem esquecer a típica e variada gastronomia da região, bem como as actividades equestres e a tradicional tourada.

Com um orçamento de cerca de 280 000 euros, a Feira do Ano – Festas Concelhias tem entradas livres, estende-se por 78 000 metros quadrados, prometendo agradar a miúdos e graúdos e atrair visitantes de vários pontos da região.

Estas são “as festas do povo e da família e o momento mais marcante de todo o ano, que é aproveitado para o Município afirmar a sua economia local, tradições e cultura”, conclui Emílio Torrão.