Coimbra  21 de Novembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

FAGIC regressa e enche a vila de Taveiro de vida

12 de Setembro 2019

O centro da vila de Taveiro volta a encher-se de vida ao acolher a VI edição da FAGIC – Feira de Artesanato, Gastronomia, Indústria e Comércio da União das Freguesias de Taveiro, Ameal e Arzila, entre hoje (12) e domingo (15).

A continuidade da feira, que já se tornou numa das maiores do género no concelho de Coimbra, confirma o seu sucesso na promoção e desenvolvimento da economia, do turismo e da tradição e cultura daquela região, proporcionando, ao mesmo tempo, o convívio entre a população.

A FAGIC é organizada pela União de Freguesias, liderada por Jorge Mendes, que afirma que “as expectativas são muito altas e isso nota-se pelo cartaz. Esta é uma Feira que ajuda no desenvolvimento da União de Freguesias e este ano a procura tem sido enorme. Ao longo de todas as edições este é um evento que tem vindo a crescer, mas este ano parece que tem sido mais evidente esse crescimento. Esta é, sem dúvida, uma forma de espalharmos pela região aquilo que por aqui fazemos”.

No recinto da feira, que como habitualmente se realiza no espaço envolvente à Junta de Freguesia de Taveiro, os visitantes podem ficar a conhecer mais e melhor do artesanato que se produz na freguesia, assim como podem apreciar as iguarias típicas nas oito tradicionais tasquinhas que por ali se encontram e que são dinamizadas pelo tecido associativo de Taveiro, Ameal e Arzila.

Nos cerca de 80 expositores é possível, ainda, encontrar várias empresas e serviços, que neste certame esperam dar a conhecer o que existe na freguesia e não só.

E como festa que é, a música não poderia faltar num cartaz bem animado e que a organização espera que agrade a diferentes públicos, com nomes como Duo Salgado, já hoje (12), Luís Travassos (13), Fonte da Pipa (13), Dj RC (13), Tó Miau e Amigos (14), Dillaz (14), Dj Hélio Taborda (14), Micael Sousa (15) e o grande Quim Barreiros para encerrar os espectáculos, no domingo.

Muitas outras actividades estão previstas ao longo dos quatro dias de festa, desde apresentações de bandas e grupos locais até à prova de ciclismo, que segundo o presidente “tem sido um sucesso. Por onde os ciclistas passam há sempre gente na rua para os ver”.

Nesta edição, “e por uma questão de sustentabilidade”, conforme refere Jorge Mendes, as entradas são pagas, estando disponível um bilhete geral no valor de cinco euros.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com