Coimbra  21 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Exposição promovida pela Fundação Luso permite restaurar peça de arte

1 de Agosto 2019

A Fundação Luso confirmou a conclusão das obras de recuperação de uma peça de arte sacra – Santo Elias – realizadas com os fundos provenientes da receita gerada pela bilheteira de uma exposição promovida, também, pela Fundação.

A referida mostra, que esteve patente no salão do Casino do Luso, sobre o Convento de Santa Cruz do Bussaco, foi realizada precisamente com o objectivo de angariar o valor necessário à recuperação da peça de arte sacra, que se encontrava em elevado estado de degradação.

As obras de restauro do Santo Elias iniciaram-se em Outubro de 2018 e o investimento foi de 4 740 euros.

A intervenção realizada beneficiou a peça ao nível da imagem, garantindo uma maior longevidade da mesma.

O processo foi levado a cabo pelo Laboratório de Conservação e Restauro do Mosteiro de Santa Clara-a-Velha, da Direcção Regional da Cultura do Centro.

“É com grande orgulho que vemos a recuperação do Santo Elias, uma peça de arte com incomensurável valor cultural, histórico e patrimonial. Pretendemos continuar a promover iniciativas como esta, que ajudam a conservar e restaurar peças de arte únicas e permitindo ao público participar neste processo”, afirmou Nuno Pinto de Magalhães, presidente da Fundação Luso.

O presidente sublinhou, ainda, que a totalidade das receitas obtidas na actual exposição patente no Casino do Luso, reverterá para a recuperação de uma outra peça de arte do acervo do Convento.

Quanto à imagem de Santo Elias, é possível ver a mesma no altar-mor do Convento de Santa Cruz do Bussaco.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com