Coimbra  18 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Exposição de Filipa Cruz junta escultura e literatura na Galeria Almedina

14 de Outubro 2021 Jornal Campeão: Exposição de Filipa Cruz junta escultura e literatura na Galeria Almedina

A Câmara Municipal de Coimbra tem patente ao público, na Galeria Almedina, a partir de hoje (14), uma exposição da artista Filipa Cruz, intitulada “Depois das tardes de verão e dos pesarosos invernos”.

A autora, que vai alternando o seu trabalho entre Portugal e França, traz a Coimbra uma proposta que nasce do cruzamento de duas artes, a escultura e a literatura, num projecto que explora a fragilidade, o desaparecimento e os resíduos deixados por corpos metafóricos no espaço.

A exposição, que tem entrada livre, vai decorrer até dia 21 de Novembro e pode ser visitada de terça a sexta-feira, entre as 10h00 e as 18h00, e aos sábados e domingos, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Segundo a autora, a exposição é “uma proposta de reinvenção do desperdício. Trata-se de um projecto que se apropria de um material cujo uso se estendeu por décadas até ser descartado. Recontextualizados, os objectos sobrevivem às intempéries de verão e às de inverno, assim como à própria rejeição. Erguendo-se em promessas de corpos, colunas ou espaços, reclamam um novo tempo e um novo lugar. Com luz e com sombra, volumes e frestas compassadas assumem as evidências do uso e, por conseguinte, a subtileza cromática e a precariedade nas reconfigurações propostas”.