Coimbra  26 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Exemplo cívico: Lituano “salva” pasta com milhares de euros

21 de Junho 2017 Jornal Campeão: Exemplo cívico: Lituano “salva” pasta com milhares de euros

Um arrumador de carros, cidadão lituano, «salvou» do sumiço, ontem (20), em Coimbra, uma pasta com milhares de euros, disse ao “Campeão” o ex-autarca Carlos Pinto.

“Trata-se de dinheiro que não é meu”, diz Edmundas Kersulis, 54 anos de idade, com a simplicidade própria dos homens justos.

A residir em Portugal há década e meia, Kersulis encontrou a pasta nas redondezas da sede da empresa municipal Águas de Coimbra e entregou-a a Adelaide Fernandes, que trabalha num bar da rua de Olivença (pertencente ao empresário Carlos Pinto).

Antigo tesoureiro da outrora Junta de Freguesia de Almedina, Carlos Pinto contou ao “Campeão” que a pasta continha uma quantia entre 6 500 e 7000 euros.

Por ironia do destino, o felizardo proprietário do dinheiro é inquilino do empresário.

Carlos Pinto admite que o seu arrendatário «cortou as unhas rentes» ao limitar-se a dar alvísseras no montante de cinco euros a Edmundas Kersulis.

O empresário, que advertiu o inquilino para “a pequenez” da quantia, assinala que o felizardo já abriu mais os «cordões à bolsa» e espera que a generosidade dele seja compatível com a dimensão do gesto cívico do cidadão lituano.

R.A.

Lituano no café