Coimbra  11 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Eurodeputada Lídia Pereira visitou o Biocant Park

24 de Novembro 2020 Jornal Campeão: Eurodeputada Lídia Pereira visitou o Biocant Park

A eurodeputada Lídia Pereira, esteve no Biocant Park, em Cantanhede, para conhecer o trabalho de investigação realizado em alguns dos laboratórios de entidades e empresas aí sedeadas.

A acompanhar a representante de Portugal no Parlamento Europeu estiveram Helena Teodósio, presidente da Câmara Municipal de Cantanhede, também na qualidade de presidente do Conselho de Administração do Biocant – Associação de Transferência de Tecnologia em Biotecnologia; Pedro Cardoso, vice-presidente da autarquia cantanhedense; João Pedro Neto, director executivo da Biocant SA; e Joana Branco, investigadora e directora executiva do Biocant.

Foi, precisamente, a investigadora que realizou a apresentação geral do parque que reúne uma grande parte dos operadores no campo da Biotecnologia em Portugal, dando conta da sua evolução e de alguns dos projectos de Investigação e Desenvolvimento em curso.

De seguida houve uma visita às instalações da Crioestaminal e da Immunethep, empresas que têm estado em particular evidência, recentemente: a primeira porque tem já disponível um medicamento experimental à base de células estaminais do cordão umbilical expandidas para os infectados com covid-19 em condições de enfermidade grave; a segunda porque está a desenvolver uma vacina para o vírus que potencia a imunidade pulmonar sem contribuir para a resistência antimicrobiana, como acontece os actuais antibióticos.

Manifestando-se “particularmente agradada” com o que viu, Lídia Pereira disponibilizou-se para, “enquanto eurodeputada, trabalhar no sentido de a União Europeia acentuar os apoios a projectos de investigação e desenvolvimento no campo da ciência, neste caso em biotecnologia, de modo a reforçar a sustentabilidade de empreendimentos como o Biocant Park, na perspectiva de que são um factor determinante para a evolução tecnológica e para o progresso económico do país”.

Já Helena Teodósio referiu-se à “importância dos apoios comunitários para a consolidação do cluster da biotecnologia em Cantanhede, um cluster que tem vindo a contribuir para uma significativa valorização da base económica do concelho, nomeadamente com a vinda de empresas de conhecimento intensivo que actuam em área de elevado valor acrescentado. Felizmente, a evolução do Biocant Park é hoje amplamente reconhecida pela relevância da actividade científica que aqui se desenvolve e pelo impacto económico que, acreditamos, se irá acentuar ainda mais a curto prazo”.