Coimbra  5 de Março de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Estudantes de Coimbra pedem propostas para apresentar aos partidos políticos

18 de Dezembro 2023 Jornal Campeão: Estudantes de Coimbra pedem propostas para apresentar aos partidos políticos

A Associação Académica de Coimbra (AAC) vai disponibilizar um formulário ‘online’ para submissão de propostas em várias áreas, até dia 31, para apresentar aos partidos com assento parlamentar entre Fevereiro e Março de 2024.

“A partir da reflexão do estado actual do ensino superior português, a Associação Académica de Coimbra propõe-se, através de um esforço participativo da comunidade académica, apresentar linhas orientadoras de acção aos partidos políticos portugueses”, disse esta segunda-feira o presidente da AAC, Renato Daniel na apresentação da agenda de actuação política.

De dia 1 ao dia 12 de Janeiro de 2024 decorre o período de auscultação de propostas, seguido da elaboração final do documento até dia 18, dia em que o documento será votado em Assembleia de Núcleos e em sede de reunião geral, no dia 21 de Janeiro. A proposta final vai ser apresentada e votada em Assembleia Magna no dia 7 de Fevereiro.

O caderno de propostas vai ser apresentado, entre Fevereiro e Março, a todos os partidos da Assembleia da República, com excepção do Chega (determinado por deliberação em Assembleia Magna).

A AAC vai incluir neste documento propostas nas áreas da acção social, investigação, empregabilidade, ensino e pedagogia, saúde, sustentabilidade e ambiente, cultura, desporto, infraestruturas e digitalização.

“Estes serão os motes sobre os quais o caderno e a moção ‘Pelos Estudantes. Pelo País’ irá actuar. Nós queremos que este documento, para além de participado, seja verdadeiramente o reflexo da vida da visão que a Associação Académica de Coimbra tem para o ensino superior e para o país na globalidade”, frisou.

Renato Daniel esclareceu que não é intenção da AAC posicionar-se apenas em matérias do ensino superior específicas, mas participar naquilo que são os “problemas dos jovens enquanto comunidade”.

Questionado sobre se a AAC já tem propostas, Renato Daniel referiu que, no que diz respeito à habitação, a proposta tem a ver com cumprimento do Plano Nacional para o Alojamento no Ensino Superior (PNAES) fora das Áreas Metropolitanas do Porto e de Lisboa.

Ao nível da propina, a AAC reclama pela propina zero, ou seja, a gratuitidade do ensino superior português.

Portugal vai ter eleições legislativas antecipadas em 10 de Março de 2024, marcadas pelo Presidente da República, na sequência da demissão do primeiro-ministro.