Coimbra  21 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ESTeSC recebe dispositivo único para diagnóstico de doenças cardíacas e do sono

10 de Julho 2021 Jornal Campeão: ESTeSC recebe dispositivo único para diagnóstico de doenças cardíacas e do sono

Os alunos e docentes da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra, do Instituto Politécnico de Coimbra, vão poder adquirir capacidades de utilização de um dispositivo inovador que permite o diagnóstico de arritmias cardíacas e de apneias respiratórias, em simultâneo. Este equipamento vai ser doado pela empresa MicroPort CRM, que tem como objectivo apoiar a formação dos futuros licenciados em Fisiologia Clínica e promover a realização de investigação nesta área.

“Este dispositivo representa uma evolução tecnológica significativa. A sua flexibilidade permite corresponder à necessidade crescente de estudo e da caracterização do doente com arritmias cardíacas, mas também ao diagnóstico e seguimento do doente com síndrome de apneia do sono. Havendo uma interligação estreita entre estas duas patologias, a possibilidade de avaliação simultânea representa uma oportunidade de rentabilização de recursos no diagnóstico e no seguimento em contexto clínico”, afirma Telmo Pereira, director do Departamento de Fisiologia Clínica da referida escola.

E acrescenta: “Este dispositivo vai permitir-nos alavancar a capacidade de investigação aplicada nos domínios das arritmias e da apneia do sono, incrementar a capacidade de treino aplicado para os estudantes da Licenciatura em Fisiologia Clínica, e dar-nos a possibilidade de prestação de serviços à comunidade, devolvendo-lhe assim o incremento do conhecimento decorrente do treino com estas novas soluções. Este dispositivo, oferece-nos também oportunidades de aplicabilidade em contexto de investigação. O benefício para os estudantes e para os docentes decorre, simultaneamente, da rentabilização destas soluções em contexto puramente académico.”

Este dispositivo tem capacidade de Holter, para detecção de arritmias cardíacas, e de Polígrafo, para detecção de apneias respiratórias. A sua capacidade de diagnóstico simultâneo permite uma optimização de recursos, uma vez que é possível a realização de dois exames num único período de utilização; e ainda perceber a interação entre patologias do foro cardiológico, como, as arritmias cardíacas, e do foro respiratório/sono, como é o caso da síndrome de apneia do sono.

Existe uma forte relação entre as arritmias cardíacas, nomeadamente a fibrilação auricular (FA) e a apneia do sono, estimando-se que 62 por cento dos doentes com FA apresentam apneia obstrutiva do sono (SAOS). Uma abordagem combinada demonstrou melhorar significativamente a eficácia do tratamento da FA, pelo que todos os doentes com FA deveriam ser avaliados relativamente à existência de SAOS.