Coimbra  8 de Dezembro de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ESEnfC organiza encontro internacional sobre formação em cessação tabágica

10 de Março 2022 Jornal Campeão: ESEnfC organiza encontro internacional sobre formação em cessação tabágica

A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) organiza, amanhã (11), o “Encontro Internacional Desafios na Implementação da Formação Cessação Tabágica”.

Esta é uma iniciativa feita em parceria com a Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA: E) e que se insere no projecto INSTrUCT – Innovative e-learning educational resource to improve Smoking Cessation knowledge and skills among HealthCare degrees in Higher Education.

O encontro, em formato híbrido (presencial nas instalações da UICISA: E – Rua Dr. José Alberto Reis, freguesia de Santo António dos Olivais, em Coimbra –, ou online, via Zoom), tem início às 14h00 (sessão de abertura), com as intervenções da presidente da ESEnfC, Aida Mendes, e do coordenador da UICISA: E, João Apóstolo.

Seguem-se, conforme previsto no programa do evento, comunicações de professores e especialistas da Universidade da Beira Interior, da Confederação Portuguesa de Prevenção do Tabagismo, da Unidade de Controlo do Tabaco do Instituto Catalão de Oncologia, da ESEnfC e da Universidade de Navarra.

O INSTrUCT, do qual a ESEnfC faz parte e que é liderado pela Unidade de Controle do Tabaco do Instituto Catalão de Oncologia, envolve académicos e investigadores de sete instituições de ensino superior europeias.

Enquanto projecto educacional e de pesquisa, construiu um recurso de ensino e aprendizagem, dirigido a estudantes de profissões da área da saúde, sobre como tratar a dependência do tabaco, responsável por quase 700 mil mortes anualmente no continente europeu.

Já testado entre várias centenas de estudantes europeus de medicina e de enfermagem, e disponível em quatro línguas (inglês, francês, espanhol e português), este recurso é gratuito, sendo objectivo do consórcio que o desenvolveu torná-lo disponível (após avaliação da sua eficácia) no maior número de instituições de ensino superior de saúde na Europa, para implementação nos respectivos currículos.

Apesar do elevado número de mortes devido ao consumo de tabaco, “28% dos adultos europeus são fumadores, implicando o risco de manter e mesmo aumentar a carga das doenças relacionadas com o tabaco no continente europeu”, lê-se na fundamentação do projecto INSTrUCT, que beneficia de financiamento do programa europeu ERASMUS + e que contou com a experiência da professora da ESEnfC, Tereza Barroso.

“As evidências científicas são consistentes no que diz respeito à eficácia e custo-benefício do tratamento do tabagismo”, com os “profissionais de saúde”, e “os enfermeiros em particular”, a desempenharem “um papel fundamental na promoção e apoio à cessação do consumo de tabaco”, lê-se na página web deste encontro internacional, onde fica expresso que “a OMS recomenda a integração destes conteúdos nos curricula de todos os profissionais de saúde”.