Coimbra  24 de Novembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ESEnfC acolhe Simpósio Internacional de História de Enfermagem

19 de Novembro 2020 Jornal Campeão: ESEnfC acolhe Simpósio Internacional de História de Enfermagem

A Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) acolhe, esta sexta-feira (instalações do Polo B, em S. Martinho do Bispo), o Simpósio Internacional de História de Enfermagem, evento (com conferências, comunicações livres e uma exposição de pósteres sobre a saúde e a mulher numa perspectiva histórica) que pode ser seguido presencialmente, ou por videoconferência (plataforma Zoom).

Subordinado ao tema principal “Enfermagem: de Nightingale à atualidade”, o simpósio resulta de uma parceria científica da ESEnfC com a Associação Nacional de História da Enfermagem (ANHE) e a Sociedade Portuguesa de História da Enfermagem (SPHE).

Na sessão de abertura (09h00), são aguardadas as presenças de Aida Cruz Mendes (presidente da ESEnfC), João Apóstolo (coordenador da UICISA: E – Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem), Paulo Queirós (presidente do Conselho Técnico-Científico da ESEnfC), Carlos Lousada Subtil (presidente da SPHE) e Luís Lisboa Santos (presidente da ANHE).

“A Assistência em Coimbra na Idade Média: Dimensão Urbana, Religiosa e Socioeconómica (séculos XII a XVI)” e “Enfermeiros antes de Nightingale” são os títulos das duas conferências da manhã, a proferir, a partir das 10h00, respectivamente por Ana Rita Saraiva da Rocha (Centro de História da Sociedade e da Cultura da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra) e por Luís Lisboa Santos (ANHE).

Segue-se a inauguração, em Portugal, da exposição “Salud y mujer, el arte del cuidado desde una visión histórica” (“Saúde e mulher, a arte do cuidado numa perspectiva histórica”), que já esteve patente em Espanha e que é uma produção científica do estudo associado “História, Saúde e Género, Espanha e Portugal (HISAG-EP)”, no âmbito do projecto estruturante da Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA:E), “História e Epistemologia da Saúde e Enfermagem”, e que tem, também, a colaboração e o apoio da Cofradía Internacional de Investigadores de Toledo.

A exposição, a ser apresentada, entre outros, por Sagrario Gómez Cantarino (professora da Facultade de Fisioterapia e Enfermagem do Campus de Toledo da Universidade de Castilla-La Mancha), pretende dar a conhecer à sociedade o conhecimento científico sobre a história do cuidado em relação à figura da mulher, o seu papel em diferentes culturas e momentos históricos, bem como a sua importância nas ciências da saúde na actualidade.

Já no período da tarde (14h30 em diante), terão lugar as conferências “Enfermagem no tempo de Nightingale” (a cabo de Paulo Joaquim Pina Queirós, também investigador do projecto estruturante “História e Epistemologia da Saúde e Enfermagem”) e “Contributos da História da Enfermagem para a Enfermagem actual” (por Carlos Lousada Súbtil, presidente da SPHE).

Os interessados podem consultar o programa do evento em www.esenfc.pt/event/simposiohistoria2020.