Coimbra  20 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Escola Agrária de Coimbra investe para melhorar eficiência energética

14 de Fevereiro 2019

A Escola Superior Agrária de Coimbra (ESAC) vai investir 322 000 euros na melhoria da eficiência energética, no âmbito de três candidaturas ao Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recurso (POSEUR), foi hoje anunciado.

Com esta intervenção, que abrange três edifícios, a ESAC espera poupar anualmente cerca de 36 000 euros (551 MWh), evitando a emissão para a atmosfera de 79 toneladas de CO2 por ano.

“A ESAC irá intervir na Biblioteca, no Bloco J e no Bloco A, com vista a melhorar substancialmente o nível de eficiência energética, reduzir o consumo e a despesa anual com a energia, melhorar o conforto térmico e a qualidade do ar interior destes edifícios, proporcionando assim as melhores condições para as actividades lectivas, de investigação e de serviços que a instituição realiza”, anunciou a Escola Agrária.

Numa intervenção anterior semelhante, a ESAC já tinha investido na melhoria energética do seu edifício principal, sempre com recurso a financiamento comunitário.

Durante 2019 está prevista a instalação de isolamento térmico em coberturas e paredes, caixilharias de alumínio com corte térmico e vidro duplo, luminárias LED com sistema de gestão integrado, equipamentos HVAC eficientes e painéis solares térmicos para produção de água quente.

“Com o apoio da presidência do Instituto Politécnico de Coimbra (IPC), a ESAC dá assim continuidade à sua política de melhoria de eficiência energética, prioridade da gestão desde há alguns anos, com resultados efectivos na redução do consumo de energia”, refere a Direcção da Escola Agrária.

Para além da melhoria das condições infraestruturais, a ESAC quer sensibilizar toda a comunidade escolar para práticas comportamentais mais eficientes no uso de energia.

“Para isso, a ESAC contará com o envolvimento directo dos docentes e dos estudantes da licenciatura em Tecnologia e Gestão Ambiental que abordam a eficiência energética no respectivo programa curricular, bem como com actividades desenvolvidas no âmbito do Programa Eco-Escolas”, garante a Direcção.

A ESAC ministra actualmente cursos de nível superior, nas áreas de agricultura, incluindo a produção biológica, biotecnologia, agroalimentar, agroflorestal, ecoturismo, gastronomia e ambiente.

Além do ensino, a ESAC desenvolve um conjunto de outras actividades, nomeadamente investigação, apoio à comunidade, produção agrícola, pecuária e florestal, bem como transformação agroalimentar com produção de diversos produtos inovadores, muitos deles ao dispor de toda a comunidade na “Loja da Agrária”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com