Coimbra  4 de Dezembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

ERS alerta para a necessidade de garantir prestação de cuidados de saúde a grávidas

18 de Abril 2020 Jornal Campeão: ERS alerta para a necessidade de garantir prestação de cuidados de saúde a grávidas

A Entidade Reguladora da Saúde (ERS) alerta todos os estabelecimentos prestadores de cuidados de saúde para a necessidade de garantir o acompanhamento das utentes grávidas em contexto de epidemia SARS-COV-2 e de infecção epidemiológica por covid-19.

Em comunicado, a entidade afirma ter tomado conhecimento “da existência de constrangimentos no acesso de utentes grávidas à realização de Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica (MCDT) essenciais à vigilância da gravidez”.

Tendo em consideração as recomendações emanadas pelo Colégio de Especialidade de Ginecologia/Obstetrícia e as orientações da Direcção-Geral de Saúde (DGS) face à pandemia, a ERS reforça a importância de “ser garantido o acompanhamento preconizado das utentes grávidas, em todas as fases de gestação, privilegiando-se, sempre que possível, os meios não presenciais de prestação de cuidados de saúde”.

A entidade sublinha ainda que é fundamental assegurar “o acesso aos MCDT considerados essenciais à vigilância da gravidez, em especial, ao rastreio pré-natal, bem como às ecografias de 1.º trimestre e 2.º trimestre, os quais devem ser realizados de acordo com a periodicidade recomendada pelas orientações nacionais”.

Porém, caso haja estabelecimentos que não estejam capacitados para a prestação dos cuidados de saúde descritos, a ERS afirma que estes “devem, de forma atempada, atento o cronograma específico dos MCDT em causa, assegurar que as utentes sejam encaminhadas para outro estabelecimento prestador de cuidados de saúde, que garanta, em tempo útil, a prestação dos cuidados necessários”.